Views
5 months ago

NEARSHORE EM PORTUGAL ESTUDO SOBRE TENDÊNCIAS NA GESTÃO DE TALENTO

  • Text
  • Organizações
  • Futuro
  • Apdc
  • Portugal
  • Retenção
  • Nearshoring
  • Outsourcing
  • Gestao
  • Desafios
  • Estudo
  • Talento
  • Recrutamento
  • Nearshore
  • Colaboradores
  • Empresas
Este estudo resultou de uma parceria entre a AON, a APDC e a Experis. Foi realizado entre junho e setembro de 2019, contando com a participação de 30 empresas com negócios em todos os continentes, numa altura em que as empresas prestadoras de serviços de nearshoring em IT deparavam-se com a escassez de talentos e a dificuldade na sua retenção. Por este motivo, a Secção Portugal Outsourcing da APDC, considerou que era importante conhecer quais são os fatores que mais impactam a retenção de talento, analisar os principais desafios na gestão de pessoas e como as organizações planeiam o seu futuro. No total, as empresas inquiridas representam uma força de trabalho em torno dos 40 mil colaboradores.

Esta é a percentagem de

Esta é a percentagem de empresas entrevistadas considera que as medidas de Wellbeing e reforço de engagement são a principal ferramenta de retenção de talento. Os resultados confirmam a crescente consciencialização, por parte dos empregadores, da importância das componentes emocional, de bem-estar e de felicidade necessária ao equilíbrio de todos os colaboradores (pessoal e profissionalmente). No top 3 das ferramentas de retenção mais valorizadas pelos empregadores deste sector surgem também as seguintes componentes de EVP: - Flexibilização e otimização fiscal (50%); - Programas globais de benefícios (50%); - Planos de benefícios (50%). 75% 80% No entanto, 80% dos programas de Wellbeing que existem têm o seu foco na componente física. Os resultados do estudo revelam que há uma evidente dificuldade em relacionar o tema do bem-estar mental e emocional com este tipo de programas. Além da necessidade de criar uma cultura empresarial mais preparada para estratégias de wellbeing, os líderes e managers têm de estar preparados para identificar sinais de alerta, permitindo, desta forma, uma ação preventiva na retenção de talento e para acompanhar de perto a sua evolução (dados com base em benchmarking Aon). Verifica-se que as empresas estão a criar, progressivamente, novos conceitos para poder desenvolver melhores práticas internas e transmitir valores, influenciando o comportamento dos colaboradores e oferecendo soluções que estes podem usar de forma individual, com flexibilidade e com um alinhamento às suas necessidades. Desta forma, poderão ter um impacto máximo numa era digital e com uma população que é, cada vez mais, diversificada. Nearshore | Tendências na Gestão de Pessoas 10

RESPONSABILIDADE SOCIAL E ECOLÓGICA Empresas que adoptam práticas de responsabilidade social e ecológica, reforçando a sua importância na criação da proposta de valor para os seus colaboradores, têm uma expressão crescente (94%). As iniciativas mais comuns nesta área são a dinamização de ações de voluntariado ecológico e social (81%), a utilização de consumíveis ecológicos no escritório (63%) e a dinamização de campanhas digitais e iniciativas internas de sensibilização do colaboradores para o tema (43%). 94% Nearshore | Tendências na Gestão de Pessoas 11

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt