Views
2 years ago

Directório Global das TIC | Empresas e Profissionais | 2018/2019

  • Text
  • Principais
  • Workplace
  • Empresas
  • Mobile
  • Dados
  • Digital
  • Portugal
  • Lisboa
  • Computing
  • Disponibilizadas

102 | PUBLIREPORTAGEM

102 | PUBLIREPORTAGEM DIRETÓRIO DAS TIC | 103 sários e ameaças mais relevantes, adoptar uma postura de crise contínua ou realizar constantemente iniciativas que minimizem os riscos. A organização os processos, as tecnologias, as ferramentas e serviços de segurança devem ser revistos e ajustados à medida que as ameaças evoluem, como parte de um processo de melhoria contínua baseado na desconfiança. Ser resiliente implica que esta adaptação seja realizada muito rapidamente. Além disso, é necessário criar um registo completo de todos os activos, desde dados a aplicações, e monitorizar todas as acções neles realizados. Uma empresa ciber-resiliente também tem de assumir que, mais cedo ou mais tarde, será comprometida por um ciberataque. Para uma correcta gestão da sua cibersegurança as organizações necessitam entender e adoptar o processo de “ciclo de resiliência”, que é o que define as suas principais fases: • Na fase pré-incidente, terão que fazê-lo através da capacidade de prevenir e resistir melhor às ameaças, recorrendo a tecnologias avançadas de segurança cibernética que detectam malware conhecido, mas também o desconhecido ou o dia zero. • Durante o incidente, a atitude resiliente é executada reagindo rapidamente com detecção, contenção e resposta a ameaças repentinas. Para fazer isso, devemos aproveitar os novos paradigmas que surgem como resultado da capacidade de monitorização e visibilidade fornecidas pelas soluções de EDR (Endpoint Detection and Response). • na fase pós-incidente, desenvolve-se a neutralização dos impactos enquanto se continuam a atingir os objectivos estratégicos de segurança e reconstruindo a envolvente operativa, de modo a que se eliminem as futuras fontes de ameaças. Quando se trata de minimizar o impacto na empresa, o tempo que passa desde que o atacante consegue superar os sistemas de segurança até que é descoberto, se contém o ataque e se dá resposta ao mesmo, é decisivo para o custo do incidente. Nesse sentido, a monitorização, a visibilidade do que acontece nos endpoints e as tecnologias que permitem a automatização do processo de detecção e investigação, como o Panda Adaptive Defense, permitem reduzir drasticamente esse tempo. review candidate improvements report planning POSTINCIDENT ACTIVITY assign similar task and practices divergent task and practices priorities PREPARATION CONTINMENT, ERADICATION AND RECOVERY respond team DETECTION AND ANALYSIS recover collection Coordenação entre as equipas operacionais e de segurança ao gerir um incidente de segurança A APOSTA DA PANDA SECURITY Ferramentas como o Panda Adaptive Defense garantem a proteção desses aspectos, ao combinar todas as vantagens de um antivírus tradicional com a protecção avançada e a rastreabilidade total obtida ao analisar todos as aplicações executadas no computador. É necessário prever o mais possível e antecipar-se a os cibercriminosos. Monitorizar em tempo real e fazê-lo a partir de uma única consola, graças à integração das técnicas de Machine Learnig e Big Data, facilita a capacidade de prever e antecipar possíveis situações que podem resultar num verdadeiro caos para empresa. Além disso, o serviço Threat Hunting, oferecido pela plataforma Panda Adaptive Defense, concentra-se na descoberta de novos ataques, como os conhecidos malwareless. A ferramenta classifica todos os processos que são executados em cada um dos computadores na rede e monitorizando-os, em tempo real, algo essencial para evitar intrusões futuras. triage normalize and filter Prisma Leap Center - 1.03 Rua D. João V, Nº24, Escritório E.13 1250-091 Lisboa Tel: 210 415 955 instituto@prisma.pt www.prisma.pt Soluções Disponibilizadas Outras PROEF IT Rua João Chagas, 53, 4º andar - Fração BH 402 1495-072 Lisboa Tel: 218 022 550 proefit@proefit.pt www.proefit.pt/pt/ Soluções Disponibilizadas Cloud Computing (Iaas & PaaS); Cloud Computing (SaaS); Content Management; Customer Experience; Data Center; ERP & Business Apps; IoT; Mobile & Telecom PSE – Produtos e Serviços de Estatística Praça de Alvalade, 7 – 11º Dto 1700-036 Lisboa Tel: 213 170 910 spssinfo@pse.pt www.pse.pt Soluções Disponibilizadas Big Data & Analytics; Customer Experience; Security & Privacy QlikTech Quinta da Fonte, Rua dos Malhões, Edifício D. Pedro 2770-071 Paço de Arcos Tel: 210 001 820 infoes@qlikview.com www.qlikview.com Soluções Disponibilizadas Outras PwC A PwC Portugal tem uma prática de Consultoria de referência na estruturação e implementação de soluções transformacionais de índole tecnológica de elevado valor para os seus clientes, fruto da experiência, vasto conhecimento de negócio e excelência de capital humano que detém, o que lhe permite ser reconhecida como um parceiro diferenciador e capaz de atuar de forma abrangente desde a estratégia até à operacionalização. Esta orientação dos nossos serviços para os desafios permanentes e novos do mundo digital em que os nossos clientes operam assenta em competências tecnológicas e digitais e em áreas de especialização – entre as quais RPA, Blockchain, Cybersecurity, Outsystems, Salesforce, Microsoft, Data & Analytics, Customer Experience, BCP e PPM – com equipas Principais Gestores Ivo Faria Advisory Lead Partner Miguel Fernandes Advisory Partner QUIDGEST Rua Viriato, 7 - 4 1050-233 Lisboa Tel: 917 287 708 quidgest@quidgest.pt www.quidgest.pt Hugo Matthioli Mateus Advisory Senior Manager Soluções Disponibilizadas Content Management; Customer Experience; ERP & Business Apps; IoT; Security & Privacy locais inseridas em clusters internacionais de conhecimento e de acesso a boas práticas, que constituem aceleradores de capacitação para as necessidades atuais e futuras dos nossos clientes e do mercado. Palácio Sottomayor, Avenida Fontes Pereira de Melo, Nº16 1050-121 Lisboa Tel: 213 599 000 marketing.pwc@pt.pwc.com www.pwc.pt Soluções Disponibilizadas Artificial Intelligence; Big Data & Analytics; Blockchain; Cloud Computing (Iaas & PaaS); Cloud Computing (SaaS); Customer Experience; ERP & Business Apps; Robotics; Virtual / Augmented Reality Gabriela Teixeira Advisory Partner Hugo Veríssimo Oliveira Advisory Director Real Life Technologies Rua Dr. António Loureiro Borges, 9/9A, 12º 1495-131 Algés Tel: 214 131 910 geral@reallife.pt ttp://www.reallife.pt Soluções Disponibilizadas Big Data & Analytics; Data Center; Mobile & Telecom; Security & Privacy; Workplace Technology ALBERTO TEJERO | DIRECTOR COMERCIAL IBERIA, PANDA SECURITY Alberto Tejero conta com uma trajectória na Panda Security de mais de 10 anos desemprenhando diferentes papéis. Tendo assumido o cargo de Director Comercial Iberia em 2017, tem como principais tarefas o desenvolvimento de negócios e a direcção de vendas dos dois segmentos-chave para a Panda Security: distribuição e mercado corporativo. Alberto Tejero é licenciado em Engenharia Informática pela Universidade Politécnica de Madrid. Randstad Technologies Av. da República Nº 26 1069-228 Lisboa Tel: 707 202 060 randstad@randstad.pt www.randstad.pt Soluções Disponibilizadas Outras

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt