Views
1 year ago

Directório Global das TIC | Empresas e Profissionais | 2016/2017

  • Text
  • Atividades
  • Software
  • Lisboa
  • Disponibilizadas
  • Equipamento
  • Computing
  • Digital
  • Portugal
  • Marketing
  • Empresas

24 | Opinião diretório

24 | Opinião diretório global das tic | 25 O papel da Inovação na NOS João Ricardo Moreira Administrador da NOS Comunicações De que forma é que a NOS olha para a Inovação? A inovação é perspetivada pela NOS como parte integrante e natural da sua vida, da sua atividade de negócio, dos seus processos de trabalho e das suas pessoas. Num mercado onde os ciclos de vida das tecnologias, dos equipamentos e plataformas de rede são extremamente curtos, vivemos a inovação com uma grande capacidade de adaptação de forma a extrair, em reduzido espaço de tempo, o máximo benefício para os nossos clientes. É claro que este posicionamento é ambicioso. O caminho passa por constantemente fazer mais a partir dos ativos que temos e por tirar o máximo dos nossos recursos com mais eficácia e eficiência. Temos de ter pessoas, equipas e processos de trabalho que nos permitam constantemente dar resposta e adaptar a esses tempos rápidos, de forma a demonstrar que vivemos a inovação naquilo que é o mais básico no desempenho da nossa atividade. Este é um exercício que não se faz de forma fechada, é um exercício que se faz em ligação ao mundo exterior numa lógica colaborativa montada em redes de relações. Ao estarmos orientados para o cliente e tendo como principais parceiros tecnológicos os grandes players mundiais, trabalhamos na construção de relações sólidas de valor acrescentado que, numa lógica de desenvolvimento de produto, abrange ainda, grandes parceiros nacionais, developers de uma dimensão mais reduzida, universidades, incubadoras e obviamente clientes que nos colocam necessidades específicas para as quais orientamos o nosso foco de I&D. Como tem a empresa marcado o ritmo da inovação junto dos portugueses? Enquanto operadora líder na inovação na oferta de conteúdos triple play e quadruple play, a NOS está indelével e definitivamente associada à reinvenção da experiência da televisão, tendo inovado na sua oferta de uma forma relevante face às necessidades do mercado e dos seus clientes. O lançamento da Iris em 2011 marcou obviamente o mercado abrindo caminho para uma rutura na forma de consumir conteúdos de televisão e para a materialização do conceito “any time, any where” (gravações automáticas e multidevices). O consumo de conteúdos em diversos equipamentos e em diversas plataformas é hoje uma realidade muito devido ao lançamento das mais recentes gerações de tecnologia, nomeadamente no móvel. Num mercado onde os ciclos de vida das tecnologias, dos equipamentos e plataformas de rede são extremamente curtos, vivemos a inovação com uma grande capacidade de adaptação de forma a extrair, em reduzido espaço de tempo, o máximo benefício para os nossos clientes. Em setembro do ano passado a NOS lançou também o N Play, serviço ilimitado de conteúdos On Demand por subscrição mensal em HD, disponíveis a partir da televisão ou PC, tablet e smartphone, através da Iris Online. Na área do cinema, a NOS foi pioneira na digitalização das suas salas, no lançamento do cinema 3D e nas salas IMAX e recentemente anunciou uma parceria com a CJ 4Dplex Co. que vai permitir ver, pela primeira vez em Portugal, os melhores blockbusters em várias dimensões, com a tecnologia 4DX. Assumindo ainda a vertente de Inovação, a NOSPUB, Publicidade e Conteúdos, S.A. tem vindo a disponibilizar ao mercado soluções inovadoras com possibilidades de product placement, sponsoring e exposição

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt