Views
1 year ago

COMUNICAÇÕES 225 - O Líder Mobilizador (2017)

  • Text
  • Redes
  • Projetos
  • Tecnologia
  • Forma
  • Ainda
  • Digitais
  • Portugal
  • Empresas
  • Apdc
  • Digital
APDC 225 - O Líder Mobilizador Dezembro 2017

apdc secção smart

apdc secção smart cities Europe Board Member do Kaizen Institute Consulting Group. De acordo com este método, só se conseguem grandes resultados quando há um objetivo estratégico de mudança e a operação tem a agilidade para alcançar essa meta. Um caminho a percorrer “Envolvimento da gestão de topo, envolvimento da gestão de topo e envolvimento da gestão de topo”– são estas as três con- Para António Costa, é preciso identificar processos críticos, simplificá- -los e selecionar os que justificam a tecnologia. Só assim haverá benefícios reais dições para garantir o sucesso da gestão Kaizen, referidas pelo fundador do conceito, o japonês Masaaki Imai. “É preciso saber combinar a reengenharia de processos com a componente cultural. Esta só se altera se for trabalhada numa perspetiva bottom-up, com o envolvimento das equipas, assim como numa lógica top-down, com o envolvimento da gestão de topo”, explica António Costa. A adoção deste perfil de gestão nas autarquias é também o caminho para envolver os cidadãos no desenho ou implementação das melhorias para a sua cidade. Para partilhar boas práticas da implementação do conceito Kaizen, a consultora lançou, em 2011, o ‘Prémio Kaizen Lean’. O aumento do número e qualidade das candidaturas recebidas no âmbito desta iniciativa demonstra, na visão de António Costa, “que o tecido empresarial português está cada vez mais alerta para a importância da melhoria contínua no crescimento sustentado das organizações”. Salientando que “os projetos têm de se pagar a si próprios”, o Western Europe Board Member do Kaizen Institute Consulting Group diz que é “necessário que a tecnologia esteja associada a custos mais baixos”. António Costa deixa também claro que “muitas das potenciais melhorias não dependem da digitalização, mas sim das pessoas envolvidas, implicando preparação prévia de toda a organização para a integração de um grau superior de automatização”. Esse, sublinha, é o papel do Kaizen: “Apoiar a organização a identificar os seus processos críticos, a simplificá-los e a selecionar os que têm características que justifiquem a aplicação de tecnologia. Só assim é possível garantir que digitalização está a exponenciar o resultado dos processos internos, gerando benefícios reais para as empresas face ao investimento empregue”.• C

© 2017 DXC Technology Company. All rights reserved. DXC TECHNOLOGY, A NEW LEADER IN IT SERVICES DXC.technology

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt