Views
1 year ago

COMUNICAÇÕES 225 - O Líder Mobilizador (2017)

  • Text
  • Redes
  • Projetos
  • Tecnologia
  • Forma
  • Ainda
  • Digitais
  • Portugal
  • Empresas
  • Apdc
  • Digital
APDC 225 - O Líder Mobilizador Dezembro 2017

apdc secção

apdc secção empreendedorismo digital portugal está no júri do wsa Pela primeira vez, Portugal está no grande júri do WSA. É um sinal inequívoco do reconhecimento do nosso ecossistema empreendedor e do estreitamento de relações com esta iniciativa. Texto de Ana Soares Fotos cedida Na edição deste ano dos World Summit Awards, os prémios de referência para os empreendedores de todo o mundo, Portugal tomou parte ativa, integrando pela primeira vez o Grand Jury. Ana Gonçalves Pereira, diretora-executiva da APDC, a parceira portuguesa dos WSA, esteve em outubro em Berlim, com representantes de mais 16 países a escolher os 40 melhores projetos de um total que ultrapassou as 400 candidaturas (entre os vencedores ficaram dois portugueses). Ana Gonçalves Pereira não duvida de que este convite a Portugal foi um sinal do reconhecimento internacional da qualidade do nosso ecossistema empreendedor: “Percebi que os restantes elementos do Grand Jury estavam bem informados sobre a nossa realidade no setor e que a sua opinião era muito positiva, de tal forma que três – um inglês, um norueguês e um brasileiro – até estão a pensar mudar-se para Lisboa”, partilhou. A diretora executiva da APDC realçou desta sua experiência enquanto elemento do Grand Jury “a riqueza das partilhas de conhecimento entre os vários países e a visão global com que se fica sobre a inovação digital e as startups emergentes”. Ana Gonçalves Pereira sublinhou também a im- Elementos do grande juri da WSA em pose para a fotografia. A opinião que têm sobre o empreendedorismo português é muito positiva a apdc é a parceira portuguesa do wsa há seis anos C

portância destes encontros “para a construção de uma rede de contactos alargada”. Os World Summit Awards foram instituídos em 2003, no âmbito da cimeira das Nações Unidas sobre a Sociedade da Informação. Comprometidos desde a primeira hora com os objectivos do desenvolvimento sustentável da ONU, os WSA definiram como seu propósito dar visibilidade mundial a projetos digitais com impacto social a nível global. Dos 40 vencedores mundiais desta edição, para além das duas apps portuguesas, nas quais não pode votar, Ana Gonçalves Pereira destaca duas: Defenders of the Earth, Reino Unido Esta campanha, da Global Witness, cataloga o uso da violência contra ativistas ambientais, em particular os assassinatos de ativistas. Os dados, recolhidos por parceiros locais, em todo o mundo, são divulgados no site, relatórios online, vídeos e através da parceria com o jornal diário britânico “The Guardian”. O uso destas plataformas digitais para defender aqueles que não conseguem falar por si mesmos, protegendo o nosso planeta C

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt