COMUNICAÇÕES 224 - A Senhora Simplex (2017)

  • Apdc
  • Ainda
  • Dados
  • Clientes
  • Novas
  • Empresas
  • Tecnologia
  • Forma
  • Mercado
  • Portugal
  • Digital
APDC 224 - A Senhora Simplex Setembro 2017

estado da nação

estado da nação 2017 MEDIA Setor em pROfunda mudança As mudanças no xadrez dos media prometem uma revolução no setor e impactos difíceis de prever. A compra da Media Capital pela Altice pode redesenhar o mercado, seja por novas consolidações ou por mais parcerias. A complexa situação nos negócios tradicionais, que tem levado a reestruturações e desinvestimentos – Cofina e Impresa são os casos mais recentes - poderá ser um fator decisivo. Texto de Isabel Travessa Fotos iStock Já há muito que se falava deste potencial negócio, que acabou por ser anunciado em meados de julho, concretizando o objetivo da Altice de entrar no negócio dos conteúdos, à semelhança do que está a fazer noutros mercados. Concretizada através da subsidiária PT, a operação permitir-lhe-á ganhar poder de intervenção nas comunicações e nos conteúdos nacionais. Vai dar 440 milhões por um vasto conjunto de ativos de televisão rádio, conteúdos e mercado publicitário. Só o portal IOL, a juntar ao Sapo, permitirá uma quota de 48% do investimento publicitário no digital. A dona da MEO tem garantido que os conteúdos são um ativo estratégico para ganhar à concorrência, no âmbito da convergência das comunicações com os media. Através da Altice Studios, já produz mesmo conteúdos, que disponibiliza em exclusivo nas suas plataformas, incluindo Portugal. No anúncio da compra, o CEO da Altice garantia que a MC enriquecerá a oferta da PT e que não pretende restringir esta oferta aos concorrentes: “Tencionamos expor a MC ao maior número de pessoas possível”. Segundo

Grupos de Media Principais Indicadores 2014 2015 2016 2017 (1º sem) Impresa Proveitos totais 237,8 230,9 205,9 99,1 ebitda 31,9 22,5 15.5 6,1 Resultados líquidos 11,0 4,0 2,7 6,1 RTP proveitos totais 213,5 211,5 221,7* - C. Audiovisual 164,9 168,3 168,7 - Receitas comerciais 48,6 43,2 52,9 - ebitda 10,5 12,8 10,3 - Resultados líquidos 38,2 4,0 6,2 - Media Capital Proveitos totais 179,7 174,3 170,0 79,0 ebitda 40,9 40,1 41,5 17,3 Resultados líquidos 16,5 17,3 19,1 8,3 Cofina Proveitos totais 106,1 100,6 99,9 43,9 ebitda 16,2 15,0 13,5 5,6 Resultados líquidos 6,2 5,1 4,3 0,7 Fonte: Relatórios e contas das empresas das empresas cotadas; contas RTP e Contrato Concessão; ERC Em milhões de euros Repartição do Investimento Publicitário por Meio 2014 2015 2016 TV (sinal aberto/cabo) 282,0 286,5 293,3 Imprensa 81,4 75,0 72,3 Rádio 36,9 35,8 37,1 Outdoor 57,4 57,0 59,4 Cinema 1,4 1,8 2,1 Internet 50,3 62,8 77,4 totaL 509,7 519,1 541,8 Em milhões de euros Fonte: Anuário da Comunicação 2015-2016, OberCom Imprensa Escrita Quotas de Mercado 2014 2015 2016 JORNAIS DIÁRIOS Público 10,3 10,6 10,3 Correio da Manhã 52,8 54,6 55,0 Jornal de Notícias 27,7 27,9 28,1 Diário de Notícias 7,2 7,0 6,7 JORNAIS DESPORTIVOS Record 69,4 70,2 69,2 O Jogo 30,6 29,8 30,8 SEMANÁRIOS E NEWS MAGAZINES Expresso 32,4 33,6 38,3 Sábado 22,1 20,9 21,2 Visão 30,0 30,1 32,0 Sol 9,5 8,5 - Courrier Internacional 6,1 6,8 7,6 Em % Fonte: Anuário da Comunicação 2015-2016, OberCom

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt