COMUNICAÇÕES 224 - A Senhora Simplex (2017)

  • Apdc
  • Ainda
  • Dados
  • Clientes
  • Novas
  • Empresas
  • Tecnologia
  • Forma
  • Mercado
  • Portugal
  • Digital
APDC 224 - A Senhora Simplex Setembro 2017

estado da nação

estado da nação 2017 COMUNICAÇÕES 2.952 1.366 Clientes por tipo de serviço pacotes de serviços 3.249 1.350 1.397 3.514 1.444 1.569 3.549 1.476 1.586 Pacotes de serviços Quotas de mercado por subscritores 16,4 % 5,0 % por receitas 14,2 % 4,1 % 1.046 39,4 % 39,2 % 39,9 % 41,8 % 2017 (1ºTrim.) 2017 (1ºTrim.) 5,0 % 4,3 % 540 501 501 487 15,9 % 13,5 % 39,7 % 43,1 % 39,3 % 39,1 % 2014 2015 2016 2017 (1º Trim) 2016 (4ºTrim.) 2016 (4ºTrim.) TOTAL 2P 3P 4P/5P Em milhares | Fonte: Anacom 13,8 % 5,6 % 11,3 % 5,6 % Quotas opERAdores por tipo de pacote/Subscritores março 2017 5,0 % 16,4 % 39,4 % 39,2 % Multiple Play PT/MEO Vodafone 10,0 % 17,8% 35,9 % Double Play 6,1 % 24,5% 36,8 % 36,1 % 32,6 % Triple Play Fonte: Anacom 6,6 % 4,5 % 81,9 % 7,0 % Quadruple Play NOS Nowo 2,1 % 8,7 % 39,8 % 49,4 % Quintuple Play mil. No fixo, a quase totalidade dos cibernautas recorre à banda larga, sendo que 98,6% dos lares que possuem este serviço dispõem de um pacote. A fibra é desde este ano líder em número de acessos, com 1,16 milhões de clientes (+31%), destronando o acesso por cabo, com 1,13 milhões. Entre as demais formas de acesso à internet em local fixo, destaca-se o LTE que, com 257 mil subscritores em março, cresceu 17,1%. Quanto a velocidades de download contratadas, quase todos os clientes de banda larga fixa tinha acessos acima dos 10 Mbps, sendo que 66% tinham no mínimo 30 Mbps e 43% pelo menos 100 Mbps. Na banda larga móvel, há ofertas com downloads máximos de 150 Mbps (em 78% dos casos) e de 300 Mbps, nos restantes.• SERVIÇO MÓVEL Mais de 95% da população residente em Portugal é cliente do serviço telefónico móvel. Os consumnidores preferem cada vez mais os planos com assinatura aos planos pré- -pagos, que representavam no final de março 48% do total de clientes, o valor mais baixo de 10,6 % 39,4 % 2015 (4º Trim.) 7,2 % 38,1 % 2014 (4º Trim.) PT/MEO Vodafone 41,1 % 43,9 % Fonte: Anacom 8,8 % 38,4 % 44,7 % 2015 (4º Trim.) 6,4 % 43,1 M€ 41,6 % 2014 (4º Trim.) NOS Cabovisão/Nowo sempre. A explicação está no aumento da adesão aos pacotes de comunicações que integram este serviço. Estima-se que 41% dos clientes residenciais do serviço telefónico móvel disponham de uma oferta em pacote. Num ano, cresceram mais de 4%. Pelas contas da Anacom, dos 17 milhões de estações móveis ativas associadas a planos tarifários, cerca de 12,8 milhões eram efetivamente utilizadas no primeiro trimestre do ano. Sem contabilizar os tablet/PC (545

Banda larga fixa Quotas de mercado Banda larga Móvel Quotas de mercado mil acessos) e a comunicação M2M (com 778 mil), o número é de 11,5 milhões. Há ainda que se contabilizar os utilizadores com mais de um cartão móvel ativo: pelo menos 6,7% estão nessa situação. Os utilizadores de telemóveis estão ainda a fazer mais chamadas – o número de minutos de conversação originados nas redes móveis subiu 2,4% em termos homólogos, em resultado do aumento do tráfego fora da rede (off-net), que subiu 13,1%. Um movimento que resulta da eliminação, em várias ofertas tarifárias, das diferenças de preço entre chamadas dentro e fora da rede do operador e dos pacotes de chamadas. Já os sms continuam em queda, com o aparecimento de formas de comunicação alternativas. Mais de 50% dos utilizadores de telemóvel utiliza serviços instant messaging. • 4,2 % 17,3 % 37,4 % 5,5 % 11,3 % 34,7 % PT/MEO Vodafone 2016 2014 por acessos 40,9 % 48,1 % Fonte: Anacom 4,2 % 17,7 % 37,7 % 2017 (1ºTrim.) 4,4 % 14,8% 36,4 % 2015 NOS Nowo/Oni 40,1 % tv por subscrição Quotas de mercado 4,7 % 12,8 % 43,5 % 2016 assinantes 38,9 % 13,2 % 4,8% 43,5 % 44 % 38,4% 2017 (1ºTrim.) 0,6 % 28,9 % 30,9 % 26,8 % 25,1 % PT/MEO Vodafone serviço fixo telefónico Quotas de mercado acessos principais 4,0 % 14,5 % 34,7 % Clientes ativos 2016 2014 2016 39,4 % 47,9 % NOS Nowo Fonte: Anacom 46,5 % 27,4 % 32,7 % 2017 (2ºTrim.) 27,4 % 28,4 % 2015 3,8 % 15,0 % 35,1 % 38,9 % 43,9 % 45,8% 2017 (1ºTrim.) VOZ FIXA: 25% NÃO faZ CHamadas Depois de ter alcançado no ano passado a maior taxa de penetração de sempre – 46,3 acessos por 100 habitantes, o correspondente a 4,79 milhões de linhas telefónicas – o serviço telefónico fixo voltou a cair no primeiro trimestre, como recuo dos acessos analógicos. Foi o primeiro recuo desde o 2º trimestre de 2013, segundo a Anacom, uma vez que este 6,2 % 7,5 % 44 % PT/MEO Vodafone 2014 42,2 % 5,1 % 10,2 % 43,8 % NOS Nowo Fonte: Anacom 2015 40,7 % negócio tem vindo a beneficiar do aumento em 16,9% do número linhas telefónicas suportadas em fibra e em cabo, assim como em acessos móveis. Cerca de 90% das subscrições 5,1 % 9,6 % 30,4 % PT/MEO Vodafone 2014 54,1 % Fonte: Anacom 4,3 % 12,4 % 32,8% 2015 NOS Nowo/Oni 50,1 % do serviço telefónico fixo estão integradas em pacotes, com os operadores a oferecerem a generalidade das chamadas fixas. Ainda assim, cerca de um quarto dos clientes admite não utilizar o serviço fixo telefónico.

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt