COMUNICAÇÕES 224 - A Senhora Simplex (2017)

  • Apdc
  • Ainda
  • Dados
  • Clientes
  • Novas
  • Empresas
  • Tecnologia
  • Forma
  • Mercado
  • Portugal
  • Digital
APDC 224 - A Senhora Simplex Setembro 2017

estado da nação

estado da nação 2017 COMUNICAÇÕES CobertuRA de Redes de Banda lARga Portugal vs ue CobertuRA de Redes Fixas de Alta Velocidade em Portugal DSL Cabo DOCSIS Fibra HSPA LTE Satélite Total Standard NGA Portugal 99,2 79,1 79,1 86,1 98,8 94,3 98,8 95,0 EU28 94,3 44,4 43,9 23,7 98,0 85,9 99,4 75,9 PT Ranking 9º 4º 4º 1º 23º 23º 1º 5º Em % de alojamentos cobertos Fonte: CE, Broadband Coverage, junho 2016 2.551 5.635 5.342 4.124 4.146 4.163 4.204 4.244 4.245 3.472 ALTA VELOCIDADE CHEGA A Quase todo O lado O reforço dos investimentos nas redes de alta velocidade fixas está à vista: há 5,9 milhões de alojamentos com acesso à fibra e 4,25 milhões por cabo. No móvel, reforça-se a qualidade e cobertura das redes 4G e já se fazem testes ao 4.5G. Os números da Anacom de junho mostram que os acessos em fibra ótica (FTTH/B) registaram um crescimento homólogo de 24,4% e de 0,5% nas redes de cabo (EuroDOCSIS 3.0). Contabilizando a dupla cablagem de casas, estima-se que a fibra tenha uma cobertura mínima de 3,78 milhões de alojamentos e o cabo de 3,67 milhões. Pelo menos 4,5 milhões de alojamentos têm cobertura por uma rede de alta velocidade (+7%). Em paralelo, cresce o número de clientes residenciais destas redes: já são 2,1 milhões (+15,5%), o que se explica pelas estratégias de migração de clientes e pelos novos ganhos de subscritores, com a massificação dos pacotes de serviços. Na MEO, a cobertura chegava no início de setembro a 4 milhões de casas, o equivalente a 66% dos lares. A operadora quer ter em 2020 um total de 5,3 milhões de casas, valor que ficará perto do número total de casas no país (5,9 milhões). Em menos de dois anos, colocou fibra em 1,5 milhões de casas. Já a NOS dispõe de uma rede de nova geração que cobre 3,78 milhões de lares, a que acresce o potencial acesso às redes das zonas rurais, com 500 mil acessos. Depois, como refere o CEO da NOS, “acaba o país”. A crescer está também a há 4,5 milhões de alojamentos com redes de alta velocidade, contabilizando a dupla cablagem. A pt já chega a 4 milhões, a nos a 3,78 milhões e a vodafone a 2,75 milhões 2013 2014 2015 2016 Fibra (FTTH/B) Cabo (DOCSIS 3.0) Em milhares alojamentos cablados Fonte: Anacom (redes com mais de 30Mbps) 2017 (1º Sem) Vodafone: quatro anos depois do anúncio do investimento no fixo, tem 2,75 milhões de acessos. E adquiriu a fibra da ex-Optimus, com mais 205 mil casas em Lisboa e Porto. Quanto ao acesso móvel de alta velocidade, os três operadores disponibilizam redes 3G e 4G, com níveis de cobertura acima dos 90% da população. Pelas contas da ANACOM, as redes 4G/ LTE permitem, no caso da Vodafone, velocidades de download até 300 Mbps, e na MEO e NOS de 150 Mbps. E os operadores estão já avançar com testes do 4G+ ((LTE-Advanced). Em novembro, a MEO fez a primeira demonstração nacional do 4,5G, com velocidades de 1,7 Gbps. Seguiu-se este ano a Vodafone, que alcançou velocidades LTE de gigabits, muito próximas das velocidades 5G.: 1Gbps sem recurso a ligação por cabo. Todos continuam a investir na modernização das respetivas redes. Por determinação da Anacom, devem também fazê-lo na implementação da

Clientes por Tipo de Serviço 2014 2015 2016 2017 (1º trim) cobertura em banda larga móvel das zonas onde não existia. Adicionalmente, foram impostas novas obrigações neste âmbito, em mais 588 freguesias, na sequência da renovação das licenças por mais 15 anos, que produzirá efeitos a partir de 2018. Terão um ano para o fazer.• PACOTES para 90% das famílias Móvel – com utilização efetiva Com planos pós-pagos 3 047 3 928 4 398 4 469 Com planos pré-pagos 9 562 8 502 8 302 8 137 Com serviços 3G 5 498 5 841 6 578 6 608 Com Internet móvel 5 102 5 522 6 477 6 496 total 13 004 12 779 12 894 12 839 Telefone fixo (acesso direto) total 3 133 3 136 3 253 3 259 TV por subscrição Cabo 1 367 1 347 1 347 1 352 Satélite (DTH) 601 610 991 576 Fibra 627 812 1 057 1 124 xDSL 756 748 678 643 total 3 350 3 528 3 673 3 695 Internet BL Fixa ADSL 1 092 1 040 916 861 Cabo 1 007 1 061 1 118 1 137 Fibra 622 835 1 089 1 162 LTE em local fixo 134 203 249 257 total 2 858 2 991 3 376 3 420 Em milhares Fonte: Anacom Quase 90 em cada 100 famílias têm um pacote de serviços de comunicações, o que corresponde a 3,6 milhões de subscrições. Num ano, cresceram 7,8%, o equivalente a mais 262 mil clientes, mostram dados da Anacom do 2º trimestre. Os pacotes 5P (com banda larga fixa e móvel, telefone fixo e móvel e televisão) são os mais populares, com 41,3% das subscrições, seguidos de perto das ofertas 3P (telefone fixo, banda larga fixa e TV), com 40,8%. Estima-se que 36,6% das famílias clássicas tenham um pacote 3P e 39,3% um pacote 4P/5P, sendo que a esmagadora maioria tem períodos de fidelização, sobretudo de 24 meses. A receita média mensal por subscritor dos serviços em pacote atingiu 41,43 euros, menos 1,3% em termos homólogos.• TV PAGA: ADESÕES A desaCelerar A fibra continua a ganhar mercado na televisão paga, por via da transferência de clientes de outras tecnologias (DSL e satélite) ou pela captação de novas adesões aos pacotes de serviços. Do total de 3,7 milhões de subscrições de TV em junho (mais 3,5% que um ano antes), 1,18 milhões eram suportados em fibra. Num ano, esta tecnologia ganhou 262 mil novas adesões (+ 28,3%). Ainda assim, os serviços por cabo continuavam a liderar em número de clientes: com 1,35 milhões (36,4% do total). Em queda estão os acessos DSL (cobre) e satélite (DTH), com 617 mil e 516 mil subscritores, com perdas homólogas de 14,9% e 6,5%. Estima-se que 92,1% dos assinantes do serviço de TV paga tenham o serviço integrado num pacote e que este abranja um total de 84% dos lares. Do total de lares com acesso, só 14,3% dispõe de canais premium.• INTERNET: SEMPRE A CRESCER Há 3,42 milhões de acessos à internet em local fixo e 6,5 milhões de utilizadores ativos de internet de banda larga móvel. Os números mostram um negócio que continua a crescer, especialmente no móvel, onde a adesão aos smartphones é grande. No 1º trimestre, eram 5,95 milhões os utilizadores de internet no telemóvel (+19,3%), enquanto os utilizadores de banda larga móvel com ligação via tablet/PC eram apenas 545

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt