Ciclo de Conversas Digitais "O Futuro dos Negócios" - Multicloud Híbrida

  • Wwwapdcpt
  • Hibrida
  • Digitais
  • Conversas
  • Ciclo
  • Permite
  • Diferentes
  • Fornecedores
  • Futuro
  • Clientes
  • Empresas
  • Multicloud

CICLO DE CONVERSAS

CICLO DE CONVERSAS DIGITAIS “O FUTURO DOS NEGÓCIOS” - MULTICLOUD HÍBRIDA Carlos Paulino Managing Director, Equinix “As empresas usam diferentes fornecedores cloud para lidar com as cargas de trabalho específicas e para satisfazer as necessidades das aplicações. Este tipo de soluções alarga muito o footprint da multicloud, dando capacidade aos clientes de se ligarem a múltiplos providers e permite comparar custos de forma direta” “É uma questão de tempo para que os temas da geografia e da latência estarem completamente ultrapassadas, fazendo com que o atraso que temos na adoção de cloud comece a ser ultrapassado. Portugal é um ponto de trânsito muito importante para África e há maior disponibilidade dos providers se localizarem-se em Lisboa” António Miguel Ferreira Managing Director Iberia and Latin America, Claranet “Vivemos hoje uma realidade em que se continua a evoluir para as clouds públicas e, tendo em conta os gigantes que operam neste negócio, os fornecedores nacionais apostam na diferenciação através da oferta de capacidade de abstração e agnosticidade das plataformas e tecnologia” “A adoção de uma abordagem holística, sem qualquer preconceito, ao mundo da multicloud híbrida, seja on-premise, em cloud privada ou pública, é essencial no mercado atual. Permite aos clientes localizarem os seus dados e as suas aplicações de negócio, quer as críticas, quer as não críticas, o que é fundamental”

7 preciso é saber o que escolher e quando o escolher”, diz o gestor. O caminho? “Dar resposta às dificuldades, com o endereçamento certo e com diferentes modelos de consumo (on-premise, IaaS, PaaS e SaaS), com partilha e mudança de responsabilidades. Em termos de gestão, o objetivo é ter uma visão unificada do que são as várias possibilidades do multicloud, sendo preciso dar resposta a um conjunto de temas em muitas áreas”. Sendo a IBM uma cloud service provider para empresas e de serviços, a sua estratégia de futuro foi construída tendo como base “a ideia de que o ambiente multicloud não só é necessário, mas algo que devemos ativamente procurar. Não é só pela tecnologia que se faz, mas por via de um processo de escolha que leva ao desenvolvimento de muitas frameworks”. A adoção de soluções de multicloud híbrida está a decorrer de forma lenta no mercado nacional, quando comparada com outras geografias. Um dos principais obstáculos assenta no facto dos fornecedores mundiais ainda não terem no país data-centers. É no setor público que se verificam os maiores atrasos LENTA ADOÇÃO NO MERCADO NACIONAL Num debate conduzido pela Diretora Executiva da APDC, Sandra Fazenda Almeida, os oradores admitiram que a adoção de soluções de multicloud híbrida no mercado nacional está a decorrer de forma lenta, quando comparada com outras geografias. Um dos principais obstáculos, apontado pelo gestor da Equinix, reside no facto de os fornecedores mundiais ainda não estarem diretamente no mercado nacional, com data-centers. Mas antecipa que a situação mudará dentro num cenário de um a dois anos, sendo o “grande shift que acelerará a curva de adoção de soluções de multicloud híbrida”. É no setor público que se verificam os maiores atrasos na adoção de soluções cloud, como destaca António Miguel Ferreira. Apesar de o país ser um exemplo em termos de oferta de serviços públicos digitais, o facto é que tudo ainda é suportado em tecnologia on-premise, o que não permite qualquer agilidade à Administração Pública. Mais do que outra qualquer razão, a situação resulta do atual enquadramento do código de contratação pública. Já no setor privado, “há muita vontade de evoluir, uma predisposição grande para se encontrarem as melhores soluções em termos económicos, de tecnologia, de processos, para uma migração para cloud pública”, garante. Frederico Munõz adianta ainda que a pandemia veio acelerar a mudança, até porque “a transformação está

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt