APDC - 30º DIGITAL BUSINESS CONGRESS

  • Pandemic
  • Online
  • Congress
  • Wwwapdcpt
  • Edition
  • Mundo
  • Lisbon
  • Empresas
  • Tecnologia
  • Futuro
  • Portugal
  • Digital
Lisbon & Online Edition For free registration, use this code: ONDEMANDFREE https://congresso.apdc.pt/registration After registration you will receive one e-mail with all accces an then you have to click https://live.apdc.pt/ to view all presentencions

30º

30º DIGITAL CONGRESS LISBON & ONLINE EDITION DIA 13 REINVENTING BUSINESS OPENING REINVENTING BUSINESS & LIFE WITH EXPONENTIAL TECHNOLOGIES Pedro Siza Vieira, ministro da Economia e da Transição Digital “Nos próximos anos, o mundo inteiro vai começar a recolher os benefícios totais dos avanços tecnológicos, que vão obrigar organizações, empresas e estados a investir mais significativamente nos seus modos de funcionamento e nos seus modelos de negócio, para poderem continuar a acompanhar o ritmo do resto da humanidade” “Na Europa, o investimento nas tecnologias digitais vai fazer-se com um nível de recursos que era absolutamente impensável até agora. O Next Generation EU vai assegurar que as sociedades disponham de recursos para fazerem os investimentos para acelerar a transformação. Portugal estará preparado para isso e a forma como no último ano fomos capazes de reagir vem demonstrá-lo” “A transformação digital é, para Portugal, uma possibilidade de dar o salto. Se soubermos conciliar bem as vontades de todos. Este congresso representa uma oportunidade de assegurar a reflexão sobre todas estas estratégias. Estou inteiramente disponível para colocar os recursos públicos ao serviço dessa transformação” Matthew Griffin, fanatical futurist “Há um conjunto enorme de mudanças que já estão aqui, mas está a acelerar. E é preciso perceber o seu impacto no futuro dos empregos, educação, skills, infraestruturas, saúde, energia… Ao começarmos a olhar para o póspandemia, ela será uma oportunidade para uma grande reinvenção” “Já passámos por tanto enquanto raça humana que é tempo de tirarmos algum tempo para nós próprios. Dar aos nossos funcionários algum tempo de folga para todos percebermos o que queremos fazer, quais as nossas paixões. E quando voltarmos, vamos ter oportunidades que nunca vimos antes” “Vivemos num mundo do 8 biliões de pessoas, que é uma nação virtual. Vivemos tempos estranhos. Com profundas transformações em todas as áreas, graças à aceleração tecnológica. Temos que estar preparados para tudo o que aí vem”

35 THE FUTURE OF GOVERNMENT Arlindo Oliveira, Presidente do INESC “Temos muita informação que podemos obter e que nos permite acompanhar toda a evolução tecnológica, para tentar perceber o que são as coisas e o que poderá vir a ter impacto. Distinguir entre o que é o exagero e o que é possível” “O número de vezes em que as pessoas se enganaram a prever tecnologia é muito grande. Há coisas que mesmo os visionários mais futuristas não anteciparam. Enganamo-nos muito. Porque isto é tudo muito imprevisível” “Esta revolução do cognitivo, de colocar inteligência em cima de tudo, vai substituir e alterar funções que até agora eram desempenhadas por seres humanos. Vai acontecer nas próximas décadas e vamos ter que nos reinventar e fazer coisas que as máquinas não farão. É esse esforço de adaptação que não é fácil. É um desafio e um risco económico, porque haverá empregos para os quais as pessoas não estão preparadas” Cheow-Hoe Chan, government chief Digital Technology Officer do GovTech Singapore “Criar um governo digital requer que se garantam as condições certas para se ter sucesso. Em Singapura, tivemos o próprio primeiro-ministro muito envolvido no processo, garantindo que a iniciativa, assim como os financiamentos e a liderança de alto nível, aconteceram. Foi muito importante. Sem isso nada teria acontecido” “Na digitalização do governo, ter talento tecnológico é essencial, tal como uma cultura pública certa. Este foi um dos grandes desafios: saber evoluir da burocracia para a agilidade. Tem que haver um forte sentido de urgência para avançar de forma rápida, assim como a governance certa e uma sólida infraestrutura, que é um acelerador chave” “A pandemia veio mudar a vida de todos e no ano passado tivemos o enorme desafio de dar resposta a um vasto conjunto de exigências novas. Deixou de se falar em meses e anos para se falar em semanas para ter as coisas prontas. Todos os investimentos que fizemos nos últimos anos permitiram encontrar uma melhor forma de lidar com o problema. Mas não tomem nada por garantido. É um trabalho duro. Tivemos sorte no que fizemos no passado”

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt