Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2018

  • Text
  • Permite
  • Resultados
  • Plataforma
  • Desafios
  • Economia
  • Portugal
  • Forma
  • Digital
  • Dados
  • Tecnologia

a economia digital 80

a economia digital 80 em portugal 2018 1.6 Inteligência Artificial | Machine Learning | Robótica (CGI e cliente); Framework tecnológica escalável; Modelo replicável para outras áreas de negócio. A jornada de transformação digital implementada pela CGI foi suportada por quatro pilares fundamentais: Consultoria de negócio e processos; Conhecimento e utilização das tecnologias e soluções adequadas (robotic process automation, enhanced process automation, algorithmic automation, analytics e real-time information); Gestão da mudança; Melhoria continua. CENTROS GE VS GE LISBOA GE PORTO GE LR GE GA A tecnologia vai possibilitar o acesso a dados que hoje são de difícil extração como os das máquinas de tratamento de correio, e conseguir fazer análises preditivas do tipo de tráfego Coordenação/Autoria: Carlos Gomes e Paulo Pena, CGI CTT Gestão Avançada de Rotas Otimização dos Centros de Distribuição Postal Desafios Os CTT são responsáveis pela distribuição do correio à população portuguesa. Para isso têm os carteiros que fazem a entrega até ao destinatário final (last mile). Cada percurso feito por um carteiro denomina-se por rota ou giro. Atualmente para Portugal Continental existem cerca de 4000 rotas que todos os dias são percorridas por carteiros. Com a variação de tráfego que existe, quer seja por sazonalidade, variedade de objetos (carta, pequenos pacotes, avisos de receção, etc), topologia do terreno, e diversos outros fatores torna-se importante e premente a otimização frequente dessas mesmas rotas. No entanto, atualmente essa otimização é realizada manualmente o que faz com que, face ao elevado número de rotas, os ctt GE MR GE CB GE TN GE COIMBRA GE EV PD3 PD1 PD2 PD4 CDP PD9 PD5 PD7 PD6 PD8 PD6 Fonte: CTT tenham um tempo de médio de otimização de um CDP (Centro de Distribuição Postal que integra várias rotas - CP7) de 22 meses. Este lapso de tempo não é compatível com a dinâmica, cada vez mais acelerada do negócio postal, pelo que era imperativo identificar formas de otimizar muito mais rapidamente aquelas rotas. Tecnologia A utilização do Microsoft Azure & Analytics e PowerBI, solução adquirida pelos ctt em 2018, bem como a Google Cloud Platform com Web Geo Servi-

81 a economia digital ces ou mesmo um desenvolvimento à medida são possíveis escolhas no que respeita à tecnologia a utilizar estando neste momento a ser feita a preparação das sources que vão permitir ter todos os dados necessários para a otimização das rotas. Independentemente da tecnologia que vier a ser escolhida, esta vai possibilitar aos ctt terem disponíveis dados que hoje são de difícil extração e acesso, como por exemplo os das máquinas de tratamento de correio, e conseguir fazer análises preditivas do tipo de tráfego o que permitirá, por um lado, uma melhor utilização das máquinas de tratamento do correio e, por outro, otimização das rotas a fazer pelo carteiro. em portugal 2018 1.6 Inteligência Artificial | Machine Learning | Robótica Resultados Procura-se alcançar uma solução que possibilite a otimização de rotas no mínimo de três em três meses e dessa maneira adaptar-se de uma maneira ótima a operação ao tráfego, reduzindo o custo da mesma, o que também conduzirá à redução do próprio tempo das rotas e, logo, do número de rotas e de carteiros necessários. Coordenação/Autoria: Luís Nunes, CTT CTT Robótica nas operações de tratamento de objetos de formato não-normalizado Sistema de alimentação da RMS – Rest Mail Sorting Machine Desafios A máquina de RestMail (RMS – Rest Mail Sorting Machine) com capacidade para tratar mais de 90.000 objetos por dia está preparada para responder às novas necessidades do negócio postal, fonte: ctt nomeadamente as decorrentes do e- commerce, automatizando o tratamento de objetos de formato não normalizado, das 10g até 12kg. Está instalada no principal centro logístico dos ctt, CPLS (Centro de Produção e Logística do SUL), onde o tráfego médio diário de correio entrado ascende a cerca de três milhões de objetos todos os dias, acumulando um total anual superior a 600 milhões. Os objetos são transportados dentro de UAT (Unidades Agregadoras de Tráfego) criadas para o efeito, as boxes, que circulam em cima de paletes rolantes, as pallies, podendo estas levar até oito boxes. É necessário fazer chegar os objetos aos operadores de forma a que estes os possam colocar no tapete de alimentação da máquina, sempre com o No principal centro logístico dos CTT, o tráfego médio diário de correio entrado ascende a cerca de três milhões de objetos todos os dias

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt