Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2018

  • Text
  • Permite
  • Resultados
  • Plataforma
  • Desafios
  • Economia
  • Portugal
  • Forma
  • Digital
  • Dados
  • Tecnologia

a economia digital 52

a economia digital 52 em portugal 2018 1.4 Cybersecurity | Privacy Cisco Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência ligar qualquer dispositivo à internet, a implementação de controlos de segurança a este nível são fundamentais para garantir altos níveis de segurança. Quando estes sistemas de segurança, Cibersegurança da comunidadade escolar a nível nacional recebem um pedido de DNS, usam a sua inteligência para determinar se é um pedido seguro, malicioso ou de risco – As soluções de segurança baseadas que significa que o destino pode conter em DNS (Domain Name System) têm conteúdo legitimo ou malicioso. vindo a desempenhar um papel prepon- Pedidos seguros são acedidos normal- derante na cibersegurança uma vez que mente, no entanto, os maliciosos, são atuam como sendo a primeira linha de bloqueados. Pedidos considerados A componente de filtragem de conteúdos permitiu implementar uma política de segurança para restringir o acesso a conteúdos desadequados dentro da rede escolar, mas também fora da mesma defesa contra as ameaças independentemente de onde os utilizadores estão. Este tipo de soluções providenciam uma visibilidade completa da atividade da internet em todas as localizações da organização, dispositivos e utilizadores e bloqueia as ameaças antes destas entrarem na rede ou no posto de trabalho. Analisando os padrões de atividade da internet, as soluções de segurança baseadas em DNS identificam as infraestruturas maliciosas preparadas para lançar ataques e bloqueiam proativamente as tentativas de ligação a estes destinos antes que uma conexão seja efetuada – sem adicionar latência aos utilizadores. É então possível parar ataques de malware e phishing, identificar utilizadores comprometidos e prevenir a fuga de informação. de risco, são alvos de uma análise e inspeção mais criteriosa. Neste contexto, a integração com sistemas globais de inteligência são importantes uma vez que contribuiem com a informação reputacional sobre o destino, mas também com feeds de inteligência de terceiros para determinar se o destino é malicioso. Desafios A Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), faz a gestão das tecnologias de informação e comunicação (TIC) das escolas do ensino básico e secundário a nível nacional. O sistema educativo desempenha um papel de enorme importância na nossa sociedade, pelo que as necessidades e desafios que apresenta estão em grande parte relacionados com os métodos O DNS é um componente fundamental de ensino e ferramentas tecnológicas da internet – traduz nomes de domínios utilizadas pelos docentes, alunos e para endereços IP. Quando um utilizador restante comunidade escolar. Assim, clica num link ou escreve um URL, um uma crescente preocupação da DGECC pedido de DNS é iniciado por forma a é a cibersegurança, em que um dos principais desafios passa por identificar CISCO UMBRELLA uma solução de fácil implementação e gestão, que garanta um acesso seguro à internet por parte de toda a comunidade escolar, a nível nacional. Desta forma, e tendo em conta o ele- LEARN Intelligence to uncover current and emerging threats SEE Visibility for activity across all devices and ports, anywhere BLOCK Stop phishing, malware, and ransomware earlier vado número de acessos (superior a 1 milhão em mais de 4500 escolas), a plataforma deve garantir altos níveis de Fonte: Cisco resiliência e escalabilidade. Será fulcral

53 a economia digital assegurar a implementação de políticas de segurança ao nível do conteúdo, reduzir a exposição a malware como ransomware ou a ataques de phishing, bem como melhorar a performance do acesso à internet, dado que os links disponíveis em muitas localizações são usados para fins que não se coadunam com os objetivos e necessidades das escolas. so a conteúdos desadequados dentro da rede escolar, mas também fora da mesma. Todos estes fatores permitiram garantir um acesso seguro mais à internet por parte da comunidade de utilizadores. Coordenação/Autoria: Luís Ramos, Cisco Portugal em portugal 2018 1.4 Cybersecurity | Privacy Tecnologia O Cisco Umbrella foi a escolha que permitiu à DGEEC endereçar os principais desafios. Uma das vantagens do Umbrella é a facilidade de implementação e configuração. Com uma simples alteração na configuração de DNS, apontando os forwarders para o Cisco Umbrella, verificou-se um elevado nível de proteção de forma quase imediata em todas as escolas a nível nacional. Resultados A implementação do Cisco Umbrella permitiu à DGEEC identificar ameaças em postos de trabalho que até à data não tinham sido detectadas; todos os dispositivos dentro da infraestrutura usam DNS e efectuam queries DNS, assim, este nível de proteção enquadrou- -se numa estratégia de segurança com várias camadas e integrou facilmente com as soluções atuais de segurança. Foi possível verificar nos relatórios detalhados da solução uma quantidade significativa de ataques que estavam a ser bloqueados diariamente (comunicações com websites que distribuem malware e infraestruturas de command and control), inclusive, foi possível verificar uma diminuição de tickets relacionados com malware e mais concretamente ransomware, algo que era uma das principais preocupações, libertando recursos e largura de banda para navegação web legítima. A componente de filtragem de conteúdos permitiu implementar uma política de segurança que visa restringir o aces- Deloitte Proteção de informação: uma abordagem application-centric Solução para mascaramento e anonimização dinâmica de dados desafiOS Foi proposto à Deloitte implementar uma solução para mascaramento e anonimização dinâmica de dados numa empresa do setor de Energy & Resources abrangendo um conjunto alargado de aplicações e tecnologias. Pretendese também que seja possível fazer um controlo e registo de acessos, autorizados ou não, a aplicações com dados pessoais, para análise, evidenciação e posterior integração com um sistema SIEM. Tecnologia Para fazer face a este desafio, e em grande parte sustentado pelo que foi descrito na introdução desta capítulo, a Deloitte suportou este projeto com a ferramenta da SecuPi. Para além da cobertura dos requisitos apresentados permitiu a agilidade de aplicar qualquer conjunto de regras definidas para todas as aplicações-alvo, assim como individualizar regras específicas para ambientes determinados tratados de forma única (ex.: ocultar logicamente um cliente dos utilizadores de uma aplicação CRM, enquanto esse mesmo cliente é visualizado integral Foi proposto à Deloitte implementar uma solução para mascaramento e anonimização dinâmica de dados numa empresa do setor de Energy & Resources

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt