Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2018

  • Text
  • Permite
  • Resultados
  • Plataforma
  • Desafios
  • Economia
  • Portugal
  • Forma
  • Digital
  • Dados
  • Tecnologia

a economia

a economia em portugal 2018 digital 5. A Tecnologia na Transformação das Qualificações 156 A utilização de programas de ensino virtual, quando perfeitamente integrados no sistema de ensino, podem contribuir para colmatar fatores de desigualdade ram a plataforma CiberEstudo que serve de complemento de estudo para as disciplinas de português e matemática, dirigida, atualmente, a alunos dos 4.º, 6.º e 9.º anos de escolaridade, com conteúdos alinhados com o programa aprovado pelo Ministério da Educação. O CiberEstudo foi desenvolvido assente nos pressupostos de ser um recurso de educação online, disponibilizando para a comunidade educativa métodos de estudo e acompanhamento mais atrativos e eficazes, orientados para promoção do sucesso escolar dos alunos. “Caminhamos para um futuro cada vez mais tecnológico e interativo e, como tal, as novas tecnologias devem ser desenvolvidas para serem um importante aliado na construção do conhecimento e até mesmo nas práticas educativas”, sublinha Mário Vaz, Presidente da Fundação Vodafone Portugal. E acrescenta: “Os jovens são, por natureza, abertos a novas experiências dinâmicas e enriquecedoras, pelo que esta ferramenta será seguramente um poderoso aliado no seu processo formativo”. Para José Manuel Matias, da Associação Ciberdúvidas, “o atual modelo pedagógico de ensino pode ser alavancado se colocarmos as novas tecnologias ao serviço dos métodos de estudo. Esta plataforma tem mais de 2.600 exercícios interativos, com testes e exames que poderão ser corrigidos por professores no prazo de 24 horas, e através da qual os encarregados de educação vão conseguir analisar o desenvolvimento dos seus educandos (é uma ferramenta opcional)”. Desafios O principal objetivo da plataforma CiberEstudo é contribuir para a melhoria do nível de desempenho das disciplinas de Português e Matemática. Bem como permitir que uma base cada vez maior de alunos do ensino básico possa aceder a estas novas ferramentas de auxílio ao estudo. Tecnologia O CiberEstudo é uma plataforma web dirigida a alunos e encarregados de educação, tem mais de 2.600 exercícios com dicas e sugestões e de resolução cerca de 72 exames e testes criados de raiz. Nesta plataforma há a preocupação de se aliar a parte pedagógica à lúdica e, nesse sentido, os alunos têm acesso a jogos interativos que vão permitir a consolidação de conhecimentos de uma forma divertida. Esta ferramenta, que contempla a organização formal das metas curriculares, distingue-se pela abundância de atividades lançadas, pela possibilidade de o aluno ver as suas respostas classificadas por professores-corretores e pela interação com os encarregados de educação, através de relatórios sobre o desempenho dos seus educandos. ResultadoS Presentemente a plataforma conta com 168 alunos registados, os quais responderam a mais de 4400 perguntas em modo de estudo, mais de 260 em modo de jogo e passaram mais de seis horas em simulação de testes ou exames. Atualmente foram registadas, pelos alunos inscritos na plataforma mais de 30 horas de estudo, e cerca de três horas em modo de jogo. A introdução de programas digitais no ambiente de estudo dos alunos é um passo fundamental rumo à era do conhecimento. No entanto, a tecnologia, por si só, não é suficiente para responder às necessidades de aprendizagem. Para potenciar ao máximo estes novos recursos, toda a comunidade escolar necessita de acompanhar a transformação digital dentro e fora da “sala de aula”, designadamente ao nível das competências digitais das pessoas que permitirão explorar de forma mais eficiente os recursos tecnológicos. De realçar, ainda, que a utilização de programas de ensino virtual, quando

157 em portugal 2018 5. A Tecnologia na Transformação das Qualificações a economia digital perfeitamente integrados no sistema de ensino, podem contribuir para colmatar fatores de desigualdade decorrentes de vários fatores, como por exemplo ao nível social ou de saúde. Coordenação/Autoria: Ana Mesquita Veríssimo, Fundação Vodafone Microsoft EPRAMI Ambientes imersivos e colaborativos na qualificação para a indústria. Metodologia pedagógica de formação suportada em Microsoft Teams e Windows Mixed Reality A EPRamI – Escola Profissional do Alto Minho Interior conta já com 25 anos de experiência e inovação pedagógica na formação profissional inicial. Num contexto de elevada mutação das especificações de entrada no mercado de trabalho, em particular no mercado de trabalho industrial, a EPRami tem implementado, no seu processo formativo, um conjunto de tecnologias Microsoft que apoiam o aluno na transição para o mercado de trabalho, quer do ponto de vista técnico, quer do ponto de vista organizacional. Desafios Tornar o desenvolvimento de projetos o mais próximo possível de um ambiente industrial. Fomentar o trabalho colaborativo entre alunos gerido e mediado por professores. Permitir a exploração de múltiplas soluções para construção de máquinas e células robóticas, controlando custos e maximizando a aprendizagem. A EPRAMI desenvolveu um framework pedagógico suportado em Microsoft Teams, que permite o desenvolvimento de projetos virtuais que mimetizam um ambiente industrial real

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt