Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2018

  • Text
  • Permite
  • Resultados
  • Plataforma
  • Desafios
  • Economia
  • Portugal
  • Forma
  • Digital
  • Dados
  • Tecnologia

a economia

a economia em portugal 2018 digital 1.7 IoT 110 Os benefícios da introdução de inteligência em tempo real na rede são já expressivos na melhoria de eficiência, da fiabilidade e de segurança da rede tem a missão de garantir a segurança, do transporte de eletricidade e o equilíbrio entre a geração e o consumo no Sistema Elétrico Nacional. No limite, em situações de emergência quando esteja em causa a segurança do transporte ou o abastecimento dos consumos, a REN pode, no cumprimento da regulamentação em vigor, recorrer ao serviço de interruptibilidade, prestado por consumidores industriais. À Novabase coube focar-se precisamente neste último cenário, atuando sobre as instalações elétricas de um grupo de grandes consumidores industriais de energia (prestadores do serviço de interruptibilidade), através do controlo das suas cargas não prioritárias. TECNOLOGIA Para fazer face a este desafio, a Novabase desenvolveu uma solução que monitoriza permanentemente o consumo de energia deste tipo de consumidores permitindo a emissão de ordens para reduzir ou cortar o consumo de energia por períodos de tempo definidos. A solução, desenvolvida pela Novabase, é baseada no conceito internet of things (IoT) com o foco em potenciar os ativos através da inteligência em tempo real, com uma proposta de valor assente na monitorização, controlo e gestão de milhões de eventos, introduzindo inteligência na rede, filtrando, agregando e correlacionando os cerca de quatro milhões de eventos registados por dia. Trata-se de uma solução flexível e escalável, dotada de inteligência distribuída ao longo de toda a rede, que fornece ferramentas à REN que lhe vão permitir alcançar mais qualidade no fornecimento da energia e, como consequência, maior qualidade de serviço. Tal como noutros setores da economia, a internet of things tem vindo a desempenhar um papel cada vez mais importante no negócio da Energia. O futuro do setor das utilities, será cada vez mais focado no processamento de grandes quantidades de dados e de eventos complexos em tempo real que, depois de recolhidos e monitorizados, devem ser transformados em insights através da introdução de inteligência na rede. RESULTADOS Os benefícios da introdução de inteligência em tempo real na rede para as empresas do setor elétrico são já expressivos e de diferentes naturezas, nomeadamente na melhoria de eficiência, da fiabilidade e de segurança da rede. Coordenação/Autoria: Nuno Matias, Novabase Vodafone Elis entra na Indústria 4.0 Solução de IoT Smart Buildings Desafios A Elis é uma multinacional de origem francesa, cotada na bolsa de Paris. Tem 140 anos de experiência na área multisserviços de aluguer e manutenção de roupa lisa para hotelaria e restauração, vestuário de trabalho, equipamentos de higiene e bem-estar, bebidas (água e café) e controlo de pragas. A nível nacional, o fornecimento sustentável de serviços de aluguer e limpeza de roupa é uma das principais âncoras da atividade desta empresa, que opera em horários que acompanham a sazonalidade da hotelaria. Isto significa que trabalham em três horários durante cinco meses e os restantes meses em dois horários, gerindo, por isso, um alargado número de colaboradores nas suas três fábricas em Portugal. Chegam a lavar, em média, mais de 160

111 a economia digital toneladas diárias de roupa. O grande desafio colocado era conhecer e controlar os consumos energéticos das máquinas de lavar, abrangendo dois ou três turnos, nas três unidades fabris de grande dimensão distribuídas no território continental: Famalicão, Algoz e Porto Alto. Tecnologia A Vodafone Portugal respondeu ao desafio da Elis com a solução de IoT Smart Buildings, desenvolvida em parceria com a Thinkdigital. Esta solução começou por ser testada durante um ano na unidade fabril de Porto Alto e, após confirmação de uma maior eficácia na gestão de processos fabris e eficiência na utilização dos recursos, o projeto foi implementado no final de 2017 nas restantes fábricas da Elis. O mesmo modelo digital será também implementado na fábrica atualmente em construção em Torres Vedras. A solução prevê: Monitorização e redução de custos com o consumo de gás, global e parcial; Monitorização do consumo de água industrial; Monitorização do consumo de ar comprimido industrial e respetivos desperdícios; Monitorização e redução da pegada ecológica, nomeadamente na unidade de tratamento de água residual, através do controlo do processo bioquímico de tratamento das águas sujas; Monitorização, gestão e controlo de produção; Fornecimento de indicadores de eficiência, por dia, por turno e por unidade fabril, de forma a obter o custo por quilograma de roupa lavada. Para tal foram instalados 25 gateways que estão a recolher informação sobre consumo de eletricidade, gás e água, a partir de diferentes equipamentos. A informação é encriptada e enviada através da rede Vodafone para um dashboard, que permite à Elis ter uma visão em tempo real dos vários indicadores, com o intuito de reduzir custos e pegada carbónica. Resultados A solução instalada permite acautelar a redução da pegada ecológica da Elis, assegurando uma atitude ambiental ativa. Com a identificação dos consumos energéticos e custos associados, as decisões de gestão tornam-se mais racionais e a medição da produtividade torna-se mais rigorosa e exigente. A implementação de todo o modelo, e acompanhamento pelo gestor, permite identificar disfunções industriais, na ótica preventiva e corretiva. Ou seja, a intervenção da manutenção permite antecipar situações de rutura, que implicariam paragens industriais. Coordenação/Autoria: Rui Luís, Vodafone A informação é encriptada e enviada através da rede Vodafone para um dashboard, que permite ter uma visão em tempo real dos vários indicadores, com o intuito de reduzir custos e a pegada carbónica em portugal 2018 1.7 IoT

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt