A Economia Digital em Portugal 2017

  • Sucesso
  • Cliente
  • Processo
  • Clientes
  • Forma
  • Economia
  • Processos
  • Projeto
  • Portugal
  • Digital

a economia

a economia em portugal 2017 digital 1.5 Energia 58 Graças a um projeto de desmaterialização das ordens de trabalho, utilizando iPads, a REN conseguiu resultados imediatos, melhorando a qualidade do seu serviço de manutenção Métricas Em cada projeto podem ser retiradas métricas próprias – vide caso seguinte "Transformação da Área de Manutenção" Ensinamentos e Fatores Críticos de Sucesso “A transformação digital é complexa, mas não é tão difícil de fazer como parece” – Tiago Azevedo, REN A iniciativa de digitalização é global, obedece a uma visão integrada, sendo que cada processo/área foi alvo de projetos específicos, mas integrados. Coordenação: Tiago Guapo Vieira, Axians e Luis Chaby, Microsoft REN Transformação da área de manutenção Distribuição e reporte das ordens de trabalho de forma digital e recorrendo a dispositivos móveis (iPad) Projeto de desmaterialização das ordens de trabalho, utilizando dispositivos móveis (iPad), com georreferenciação incorporada e integrada com os restantes processos da empresa. Resultados Hoje nenhum técnico sai para uma intervenção sem ter consigo uma ordem de trabalho digitalizada e não necessita de se deslocar ao escritório para a receber. É possível ter o controlo em tempo real do estado de execução das ordens de trabalho que são atribuídas. É tudo mais simples, com menor risco de erro e isso facilita muito o trabalho no terreno e torna-o mais produtivo. Há ainda uma maior confiança na forma como o trabalho é executado, porque é possível acompanhar todo o processo e até ver imagens do resultado final. A comunicação entre todos ficou mais facilitada. A responsabilidade dos técnicos é maior, mas o trabalho de todos tornouse mais simples, sempre com a preocupação de manter ou melhorar qualidade do nosso serviço. Com o sucesso conseguido a REN está já a efetuar uma forte aposta na gestão de ativos e a fazer planos de manutenção preditiva. Métricas Deixaram de acontecer deslocações sem existirem ordens de trabalho efetivas. Informação da intervenção passou a estar disponível de uma forma imediata versus os 15 dias a um mês que se verificavam anteriormente. Redução significativa das deslocações e estadias dentro do país. Objetivos Quantificar assertivamente quer a quantidade de recursos envolvidos na área de manutenção quer as quantidades de materiais necessários para a manutenção. Recolher rapidamente os resultados das intervenções. Garantir que todas as intervenções têm um registo (ordem de trabalho) associada e o seu resultado é conhecido em real time. Ensinamentos e Fatores Críticos de Sucesso Gestão da mudança mais fácil do que se antevia pelo envolvimento das equipas e acessos a dispositivos e processos mais modernos e eficientes. A maior responsabilização na atualização dos dados traduziu-se numa maior qualidade dos mesmos. Coordenação: Tiago Guapo Vieira, Axians e Luis Chaby, Microsoft

1.6 retalho Apersonalização dos produtos em função das preferências dos clientes, uma tendência do mercado de retalho, é um objetivo que só a digitalização de processos torna possível alcançar com sucesso. A exploração de vários canais de venda pelas marcas, assim como a melhoria dos sistemas de franchising são também reflexos relevantes da transformação digital num setor onde a criação de espaços de interatividade nas lojas para usufruto dos clientes é já um must. NOS Lojas NOS Transformação Digital Em setembro de 2014 iniciou o projeto de desenvolvimento do novo conceito de loja. A NOS identificou as melhores práticas de retalho, telco e não telco, nacional e internacional, estudou as tendências e ouviu o consumidor, para conhecer o seu comportamento e necessidades. A loja NOS foi desenhada centrada no cliente. Desta forma está preparada para dar resposta às especificidades das várias gerações – desde a Z, até aos baby boomers. O novo conceito está assente em pilares como a digitalização, a proximidade ao cliente e apto para integrar a estratégia omnichannel. A digitalização está presente em toda a loja, desde a entrada, com comunicação de campanhas em ecrãs digitais, até à possibilidade de experimentação com equipamentos e serviços com soluções digitais apelativas e geridas remotamente, passando pelo modelo de atendimento, personalizado e disruptivo, com recurso à utilização de híbridos.

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt