A Economia Digital em Portugal 2017

  • Sucesso
  • Cliente
  • Processo
  • Clientes
  • Forma
  • Economia
  • Processos
  • Projeto
  • Portugal
  • Digital

a economia

a economia em portugal 2017 digital 1.5 Energia 50 capacitar a organização para operar eficazmente num contexto diferente de mercado, com novas necessidades. formação e comunicação, assegurando a capacitação e envolvimento de todos os seus recursos, ao longo das várias fases. Com a gestão massificada de dados, a EDP pode monitorizar e controlar a infraestrutura de contadores inteligentes, e melhorar capacidades de previsão e deteção de padrões de consumo Resultados O JUMP permitirá uma otimização processual, bem como o reforço do alinhamento regulatório e com best practices internacionais (ex. ISO 55000), a redução do risco operacional pela diminuição da complexidade de gestão da arquitetura e a melhoria da qualidade da informação (ex. KPIs de processos, analytics). Métricas No decorrer do programa JUMP foram identificados cerca de 2.500 requisitos, desenhados 180 processos e subprocessos e despendidas mais de 700 horas em workshops, com o envolvimento de seis parceiros externos, sete empresas do grupo EDP e mais de 45 direções/áreas. Ensinamentos e Fatores Críticos de Sucesso A nível organizativo, é crucial garantir o envolvimento ativo da estrutura decisória, assim como a disponibilidade e compromisso de todas as equipas. Perante um plano ambicioso, com elevada complexidade, é essencial um planeamento e gestão de âmbito eficaz, garantindo o controlo das várias iniciativas e atividades, a articulação de todas as entidades e a disseminação da informação através de metodologias e ferramentas alinhadas com as melhores práticas. Uma estratégia de implementação centrada na priorização de requisitos e em metodologias mais ágeis é também fundamental para responder aos desafios do programa. Finalmente, um impacto tão profundo e transversal à EDP Distribuição justifica um foco elevado na componente de gestão da mudança, nomeadamente a Coordenação: Filipe Melo de Sampaio e Sérgio Lee, Deloitte; Luis Barruncho, CGI EDP Distribuição AMI e EDM Gestão massificada de dados O programa de gestão massificada de dados de energia compreende duas iniciativas: ami (Advanced Metering Infrastructure) e EDM (Energy Data Management). A primeira (ami) potencia a transição para modelos integrados de redes, suportando a gestão da infraestrutura de redes inteligentes (smart grids), a comunicação com os contadores inteligentes e concentradores de comunicações e a integração com os vários sistemas da empresa. A segunda (EDM) envolve o desenvolvimento de um sistema, responsável por armazenar e certificar elevadas quantidades de dados de medida, bem como pela sua transformação e cálculo, para que possam ser utilizados em funcionalidades de disponibilização online, data analytics (deteção de fraude), simulações e forecasting. Objetivos Com a implementação deste projeto será possível efetuar a monitorização e controlo da infraestrutura de contadores inteligentes, assegurando a sua disponibilidade e performance; integrar informação, processos e modelos; efetuar leituras remotas e faturar sem estimativas; garantir a conformidade com os regulamentos e melhorar as capacidades de previsão de procura e deteção

51 a economia digital em portugal 2017 1.5 Energia de padrões de consumo que indiciem anomalias de consumo. Resultados Para um universo de 7 milhões de contadores, o sistema ami encontra-se neste momento com 460 mil smart meters conectados e tem como objetivo alcançar 1,3 milhões, no final de 2017. Ao nível do EDM, está em fase de início do período de avaliação do piloto, que compreende a análise das principais funcionalidades para os dados provenientes de um conjunto representativo de clientes (aproximadamente 700 mil). Métricas No projeto AMI estão envolvidas 2 empresas do grupo EDP e 1 empresa externa (~50 pessoas), tendo tido o seu início há um ano e estimando 18 meses adicionais até à sua conclusão. Foram testados e implementados até ao momento 35 requisitos (~220 casos de teste) de 154 planeados. Relativamente ao EDM, em fase piloto, estão envolvidas seis empresas (três do grupo EDP), com aproximadamente 50 colaboradores num projeto com uma duração de 2,5 anos. Ensinamentos e Fatores Críticos de Sucesso Para um programa de natureza inovadora, algumas lessons learned deverão ser registadas. Em primeiro lugar, e devido à presença de múltiplas entidades, a proximidade física das equipas envolvidas é um fator decisivo para o sucesso da comunicação e consequentemente do projeto. Adicionalmente é, ainda, essencial assegurar uma metodologia flexível e ágil que evolua de acordo com o contexto, sendo crítico efetuar ajustes e reformulações ao longo do tempo. Coordenação: Filipe Melo de Sampaio e Sérgio Lee, Deloitte; Luis Barruncho, CGI Para um universo de 7 milhões de contadores, o sistema AMI encontra- -se neste momento com 460 mil smart meters conectados e tem como objetivo alcançar 1,3 milhões no final de 2017

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt