Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2016

  • Text
  • Crescimento
  • Maior
  • Digitais
  • Forma
  • Setor
  • Dados
  • Economia
  • Empresas
  • Portugal
  • Digital

a economia digital 16

a economia digital 16 em portugal 2016 1. Estratégia Digital A ESTRATÉGIA DIGITAL DA MINHA ORGANIZAÇÂO É: (% QUE CONCORDA TOTALMENTE/ CONCORDA) 81% 86% 64% 23% 54% 38% 34% 46% 52% Clara e Coerente Integrada na estratégia corporativa A endereçar a médio prazo (> 2anos) Menor nível de maturidade Em desenvolvimento Maior nível de maturidade Fonte: Digital Business Global Executive Survey de 2016 da Deloitte Digital e MIT Sloan O impacto da transformação digital exige que as empresas criem uma "congruência digital" que concilie uma nova estratégia, cultura ágil, com colaboradores capacitados e líderes capazes de inspirar a empresa maturidade digital se distinguem por apresentar quatros vetores: Clara estratégia e priorização da transformação digital; Esforço consciente para criar uma cultura digital: 80% dos inquiridos manifesta que está ativamente envolvido no desenvolvimento de uma cultura com maior apetite para o risco, mais ágil e que promova a colaboração; Investimento contínuo no fortalecimento das capacidades digitais dos colaboradores: 75% dos inquiridos manifesta que existem programas contínuos de formação digital e 71% dos inquiridos afirma que atrai talento devido ao uso do digital na sua empresa; Investimento no desenvolvimento de líderes que se destaquem pelas suas visões disruptivas e por serem forward thinkers: 42% dos inquiridos manifestou que estes eram os fatores que procuravam num líder para a transformação digital das suas empresas versus apenas 18% que manifestaram o conhecimento de tecnologias como fator relevante. Só com a coexistência destes fatores organizacionais pode uma empresa transitar do doing digital para o being digital. Debruçamo-nos em seguida sobre os quatro vetores que consideramos fundamentais para assegurar a “Congruência Digital”. Estratégia A definição de uma estratégia digital clara, coerente e integrada na estratégia global do negócio constitui fator crítico de sucesso, fundamental à viabilização do processo de digitalização das empresas. O impacto crescente da transformação digital para o comportamento do mercado e dos players que nele atuam, associado à complexidade e abrangência de atuação interna que acarreta, torna necessária a definição de uma estratégia clara, coerente e alinhada com a estratégia global do negócio. No survey realizado concluiu-se que nas empresas com maior maturidade digital 81% dos inquiridos afirma que a sua organização tem uma estratégia digital clara e coerente e 86% menciona que a mesma está integrada na estratégia global. As empresas com maior maturidade digital apresentam, igualmente, tendência para a definição da estratégia digital para horizontes temporais mais alargados, tendo 50% dos inquiridos considerado que a estratégia digital delineada apresenta um horizonte temporal superior a dois anos. A “existência de demasiadas prioridades internas” foi apontada por 26% dos inquiridos como a principal barreira ao aproveitamento das oportunidades digitais. A existência de uma estratégia clara permite priorizar e aproveitar em pleno as oportunidades digitais.

17 a economia digital QUAL O NÍVEL DA HIERARQUIA MAIS ELEVADO DO INDIVÍDUO CUJA RESPONSABILIDADE É A DE GERIR/SUPERVISIONAR A ESTRATÉGIA DIGITAL DA ORGANIZAÇÃO (% DOS INQUIRIDOS) em portugal 2016 1. Estratégia Digital C-Level 33% Gestão de topo a reportar ao C-Level 21% Direções/Primeiras Linhas 19% Direções Operacionais Não existe um único indivíduo ou grupo com essas responsabilidades Staff 4% 6% 11% Outro 2% Não sabe 4% Fonte: Digital Business Global Executive Survey de 2016 da Deloitte Digital e MIT Sloan CLASSIFICAÇÃO DA CULTURA DA ORGANIZAÇÃO EM DIFERENTES ÂMBITOS POR ESTÁGIO DE MATURIDADE (CLASSIFICAÇÃO DE 1 A 5 ATRIBUÍDA PELOS INQUIRIDOS) Maior nível de maturidade Em desenvolvimento Menor nível de maturidade AGILIDADE ATITUDE FACE AO RISCO TOMADA DE DECISÃO ESTRUTURA DE DECISÃO MOTIVAÇÃO Lenta/Burocrática Avessa ao risco Baseado no Instinto/Experiência Hierárquica Trabalho por necessidade Ágil Propenso ao risco Data-driven Independente/ Autónoma Trabalho por gosto ESTILO DE COLABORAÇÃO Compartimentada ‘por silos’ Colaborativa 1 2 3 4 5 Fonte: Digital Business Global Executive Survey de 2016 da Deloitte Digital e MIT Sloan Liderança A importância dada à execução da estratégia digital leva a que, na maioria dos casos, seja liderada por um único responsável com funções de topo na hierarquia (C-level). Muitas empresas sentem dificuldades em definir o modelo de governo mais adequado à gestão do processo de digitalização. Assim, aquelas em que a sua relevância dentro da organização é muito significativa, podem optar por lhe dar um elevado destaque institucional, atribuindo a responsabilidade do processo a um cargo específico com responsabilidade executiva, por exemplo, o Chief Digital Officer (CDO). Noutros casos o processo de digitalização pode ser integrado dentro do modelo de governo já implementado, atribuindo a responsabilidade a diretores ou administradores já existentes. De acordo com o Digital Business Global Executive Survey de 2016 da Deloitte Digital e MIT Sloan, 54% dos inquiridos considera que o responsável por liderar a execução da estratégia digital da sua organização deve ter funções C-level ou reportar diretamente ao C-level. Outro fator crítico de sucesso tem a ver com as competências desta liderança

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt