Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2016

  • Text
  • Crescimento
  • Maior
  • Digitais
  • Forma
  • Setor
  • Dados
  • Economia
  • Empresas
  • Portugal
  • Digital

a economia

a economia em portugal 2016 digital 5. Serviços Alavancados pelo Digital 116 1 Outsourcing: contratação de serviços por uma entidade a outra para desempenho de uma ou várias atividades, que a primeira não pode ou não lhe convém desempenhar e em que a segunda é tida como especialista. 2 Nearshoring: contratação de serviços por uma entidade a outra, encontrandose esta última localizada num país distinto mas geograficamente próximo do país da entidade contratante. Nos últimos anos alterações conjunturais e económicas ao tecido empresarial nacional geraram maior investimento no outsourcing 1 de operações, como forma de contribuir para um melhor posicionamento face a empresas internacionais. Portugal é, no panorama europeu, um dos países com maior potencial e atratividade no outsourcing de operações, sendo o nearshoring 2 o modelo de outsourcing que tem vindo a ganhar mais popularidade. Tal como evidenciado no último estudo da APDC e PO, diferentes indicadores macroeconómicos e demográficos favoráveis levam a que, em diferentes áreas (call center, finanças e contabilidade, logística, RH, procurement, outros), Portugal seja considerado como um dos principais destinos para a prática destas atividades em modelo externalizado: País A melhoria dos indicadores económicos nos últimos dois anos contribuiu para uma maior competitividade do país enquanto fornecedor destes serviços, especialmente perante países da Europa de Leste. O crescimento, ainda que moderado, do PIB, a taxa de inflação reduzida e o equilíbrio da balança comercial evidenciam a tendência de aceleração da atividade económica nacional que, em conjunto com o aumento do investimento em I&D (em % do PIB) e a facilidade de estabelecimento de relações comerciais (25º classificado no ranking do Banco Mundial), aumentam a atratividade do país. Portugal é, além disso, um dos países com práticas de outsourcing mais maduras e com presença dos principais fornecedores destes serviços. Infraestruturas A qualidade das infraestruturas em Portugal tem gerado interesse crescente por parte de diversos investidores para operações de outsourcing e nearshoring. O desenvolvimento do setor de telecomunicações, que veio permitir elevada cobertura nacional de infraestruturas de comunicação e melhoria no desempenho de serviços, aliado aos índices de penetração e adoção de novas tecnologias, levam a uma maior facilidade na externalização de serviços não core e, como tal, a uma maior propensão das empresas na prestação de serviços em modelo de outsourcing. Competências A flexibilização da lei laboral e o investimento governamental em incentivos para a criação de emprego conferem elevado grau de competitividade na prestação dos serviços em outsourcing. Complementarmente, Portugal apresenta elevada qualidade do sistema educacional, bem como disponibilidade de recursos com competências técnicas especializadas e linguísticas que se coadunam com as necessidades das empresas, enquadradas numa realidade cada vez mais globalizada. Perfil de Risco A ausência de ameaças políticas, reduzida ocorrência de catástrofes naturais, de crimes e situações de iminência terrorista, leva a que Portugal seja considerado como um país seguro para o estabelecimento/externalização de operações. Adicionalmente, a reduzida incidência de situações de greve por via de políticas laborais mais eficientes, leva a que seja considerado como um país com estabilidade laboral. Custos Comparativamente com outros países europeus, Portugal apresenta custos inerentes mais baixos a diferentes níveis. Apesar do elevado nível de competências dos recursos humanos, Portugal apresenta um custo do tra-

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt