Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2016

  • Text
  • Crescimento
  • Maior
  • Digitais
  • Forma
  • Setor
  • Dados
  • Economia
  • Empresas
  • Portugal
  • Digital

4.11 media Com a

4.11 media Com a transformação digital, o setor dos media sofreu uma mudança de paradigma. A evolução tecnológica dos meios audiovisuais, a globalização do mercado, a migração de conteúdos analógicos para digitais, a alteração dos hábitos e perfis de consumo e o aumento da concorrência entre players, impõem constante inovação e reinvenção dos negócios. Constata-se uma tendência de crescimento nos mercados mundiais, verificando-se, em 2014, um investimento global de 1,6 mil milhões de dólares, acompanhado por um consumo que gerou 1,2 mil milhões de dólares. Prevê-se que o investimento e o consumo global mantenham a tendência crescente (TCMA de 5% até 2019), atingindo os 2,1 e 1,5 mil milhões de dólares. A transformação digital no setor reflete-se no impacto do investimento nos diferentes clusters dos media. Com base no Global Media Report, é expectável que as áreas de investimento dos media sofram alterações estratégicas, prevendo-se que, em 2019, os gastos com o negócio digital representem mais de 50% do investimento total do setor e, enquanto o crescimento das vendas dos media crescerá 2,7% até final de 2017, a parcela digital crescerá 24,7%. O crescimento do mercado digital em Portugal tem acompanhado o crescimento que se verifica a nível mundial, impulsionado pelo aumento de consumidores e devices conectados, pela expansão do mobile, pela disseminação da banda larga móvel e a utilização crescente dos meios digitais para a divulgação de empresas, marcas, produtos e/ ou serviços. No setor digital verifica-se o aumento do tráfego (8,8%), resultado da evolução do consumo por banda larga fixa (85,8%) e móvel (2,1% e 12,1%, smartphones e tablets, respetivamente). Ao nível dos consumidores, destaca-se uma taxa de

109 em portugal 2016 4.11 Media a economia digital penetração de telemóvel de 92%, contabilizando-se 4,9 milhões de indivíduos que acedem à internet pelo smartphone e 549 mil que acedem pelo tablet ou PC. No que diz respeito ao consumo de TV, a televisão nacional apresenta uma cobertura diária de 8,2 milhões de pessoas e prevê-se que o número de subscritores de TV paga (80% penetração) atinja os 4,5 milhões no final de 2017, gerando um volume de receitas de 1,7 milhões euros. Relativamente ao investimento em publicidade, prevê-se um crescimento lento em televisão tradicional, sendo a televisão online uma aposta futura por parte dos investidores. A tendência de movimentação do investimento publicitário dos meios tradicionais para os digitais tem originado uma quebra nas receitas dos grupos que desenvolvem as suas principais atividades nos clusters tradicionais de publishing, televisão e rádio. Nesse sentido, assiste-se à transformação digital das TV RÁDIO INTERNET PENETRAÇÃO 85% 56% 57% CONSUMO 4h43m 1h24m 1h13m Horas % Total 64,3% 19,0% 16,5% Fonte: Mídia Paisagem Portugal | Fatos 2015 - ZenithOptimedia atividades desenvolvidas pelos grupos de media. Apesar do crescimento no investimento publicitário em meios digitais (290 milhões de euros desde janeiro e um crescimento de 15% face ao primeiro semestre de 2015), a televisão mantém-se o meio que capta maior investimento, com 2,8 mil milhões de euros, de janeiro a junho, cerca de 76% do total, e um crescimento de 19% face ao ano anterior. No primeiro semestre deste ano o investimento em publishing caiu 5,5% para 278,8 milhões PUBLISHING 43% TOTAL/Dia N.A. 7h33m - 100%

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt