Views
1 year ago

A Economia Digital em Portugal 2016

  • Text
  • Crescimento
  • Maior
  • Digitais
  • Forma
  • Setor
  • Dados
  • Economia
  • Empresas
  • Portugal
  • Digital

4.10 saúde Anível

4.10 saúde Anível mundial a despesa com saúde cresceu, em média, 2,6% em termos nominais em 2014, mas a expetativa é que este crescimento tenha abrandado em 2015 e volte a crescer novamente em 2016, com valores acima de 4% e 6%, em 2017 e 2018. No entanto, em percentagem do PIB esta despesa irá diminuir, estabelecendo-se em 10,1% em 2019, face aos 10,3% previstos para 2015. O aumento da despesa espera-se muito célere em vários mercados, maioritariamente na Ásia e no Médio Oriente, graças ao crescimento dos sistemas públicos e privados de saúde. Adicionalmente, a tendência para uma globalização dos cuidados de saúde irá também intensificar-se em vários mercados. Em sentido oposto, verifica-se uma pressão no sistema para reduzir custos, aumentar a eficiência e demonstrar valor. O mercado de saúde digital global foi avaliado em 60,8 mil milhões USD em 2013, estimando-se que este indicador, até 2020, apresente um crescimento médio anual de 21,2%. O financiamento deste mercado foi de 4 mil milhões de USD em 2014, tendo o segmento da telemedicina apresentado o maior crescimento, entre 2013 e 2014, de 315%. Por sua vez, o mercado Global IoT na Saúde deverá crescer de 32,47 mil milhões USD, em 2015, para 163,24 em 2020. As IoT aumentarão em 3,02 mil milhões o número de testes de diagnóstico realizados ao longo dos próximos cinco anos. O segmento de mobile health, que combina as potencialidades das comunicações móveis com os cuidados de saúde, tem também revelado uma das maiores dinâmicas, existindo atualmente mais de 100.000 aplicações de saúde disponíveis (embora se estime que cerca de 50% não terá mais de 500 downloads). Em 2015, 36% dos utilizadores de smartphones terão utilizado aplicações móveis de saúde; em 2018, cerca de

103 em portugal 2016 4.10 Saúde a economia digital 50% dos utilizadores terá descarregado aplicações de saúde e até 2020, mais de 78,5 milhões de pessoas utilizarão tecnologias de saúde no seu domicílio. Alavancando todas estas tecnologias, a monitorização remota em 2020 contará com mais de 4 milhões de utilizadores no mundo, traduzindo-se a melhoria das condições de saúde dos utentes com doenças crónicas num impacto económico estimado em 11 mil milhões de USD por ano em 2025. Em Portugal, o setor da saúde totalizou 16 mil milhões de euros em 2014, financiado por regimes das administrações públicas (65%), despesas das famílias (28%), regimes de seguros voluntários (5%) e restantes contribuições (2%), distribuída da seguinte forma: Administrações Públicas Despesas das Famílias Regimes de Seguros Voluntários Restantes Contribuições

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt