62 - Webinar Private Wireless Networks

  • Wwwapdcpt
  • Networks
  • Clientes
  • Maior
  • Privadas
  • Capacidade
  • Novas
  • Necessidades
  • Todas
  • Wireless
  • Redes
  • Digital

WEBINAR - PRIVATE

WEBINAR - PRIVATE WIRELESS NETWORKS PRIVATE WIRELESS NETWORKS Alavanca fundamental de transformação O ecossistema de IT está pronto a responder a todas as necessidades das empresas, olhando para 2021 como um ano de grandes oportunidades. É que haverá muitos apoios para se fazer uma digitalização sem paralelo em todas as áreas da economia portuguesa. AS OFERTAS TECNOLÓGICAS estão a evoluir rapidamente, para dar resposta aos novos desafios das empresas. E a pandemia trouxe muitas aprendizagens e a urgência da transformação digital, com a adoção de modelos híbridos onde as áreas mais críticas estão alojadas em redes móveis privadas. Antecipando um potencial verdadeiramente disruptivo com a chegada do 5G, o ecossistema de IT está pronto a responder a todas as necessidades e que olha para 2021 como um ano de grandes oportunidades, já que haverá muitos apoios para uma transformação sem paralelo no tecido económico nacional. No webinar APDC sobre “Private Wireless Netwoks” analisaram-se ofertas, tecnologias, impactos da pandemia e perspetivas de futuro. O incremento da digitalização industrial é uma certeza e há vários setores – como o portuário, aeroportuário, utilities ou o automóvel – em que as redes privadas móveis podem ser uma alavanca fundamental de transformação, uma vez que todos têm “operações críticas que, de facto, requerem uma industrial-grade conectivity”, começa por destacar Ricardo Pinto, Solutions Manager da Nokia. Para o gestor, trata-se de uma “rede wireless ubíqua multisserviços e multiaplicações”, que garante segurança, conetividade, alto desempenho em débito e latência e universalidade, potenciando verdadeiramente a Indústria 4.0. Nas suas palavras, uma “tecnologia cost effective, eficiente, de cobertura alargada, que permite a mobilidade de ativos e dispositivos e que pode servir um crescente momento de sensorização nas empresas e indústrias, no sentido de capturar dados importantes para o negócio e para as decisões de apoio ao negócio”. A experiência da Nokia, que tem mais de 220 clientes destas redes em todo o mundo, para obterem maior conetividade, eficiência, robustez e alto desempenho, mostra que cerca de 70% das redes já instaladas são completamente dedicadas e isoladas para uma determinada empresa ou indústria. No perímetro do cliente,

3 O ecossistema nacional de IT garante estar preparado para responder a todas as necessidades do mercado. E antecipa para 2021 grandes oportunidades, tendo em conta os fundos estruturais que vão chegar. o fornecedor coloca uma rede dedicada, a nível de cobertura e instalação on premise do core da rede e, em alguns casos, até as próprias aplicações, seja de analítica, automação, comunicação de voz, push to talk e push vídeo ou drones, entre outros, que requerem baixa latência ou que a empresa não quer que saiam do seu perímetro, por serem sensíveis. Este tipo de solução coexiste com várias outras áreas e aplicações alojadas em clouds públicas, em verdadeiros modelos híbridos que respondem às necessidades e requisitos de cada empresa e alavancam as suas ofertas. Trata-se de “um trabalho que envolve um ecossistema bastante abrangente”, destaca Ricardo Pinto, que refere que o grupo trabalha com operadores, parceiros industriais e outros players do mercado, como integradores, fornecedores de cloud e consultores. É que “os processos de transformação digital são bastante abrangentes e a componente de telecomunicações é apenas uma parte”. TRABALHAR EM ECOSSISTEMA DE PARCEIROS A IBM é um dos parceiros da Nokia na oferta de soluções de redes móveis privadas ao mercado. Nesse sentido, tem estado a desenvolver várias ofertas de cloud e edge, assentes numa plataforma híbrida de multicloud, com a qual “traz

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt