Views
1 year ago

6 - Conferência | Mobile Fórum Portugal 2015

  • Text
  • Dados
  • Qualidade
  • Grande
  • Assim
  • Mobile
  • Mobilidade
  • Mercado
  • Ainda
  • Novos
  • Portugal
30 Junho 2015 Pavilhão do Conhecimento

PRINCIPAIS IDEIAS “A

PRINCIPAIS IDEIAS “A indústria está a passar uma fase extraordinária de desenvolvimento. A era móvel está a mudar as nossas vidas “ “Há um enorme potencial na mobilidade, que é muito mais que os telemóveis. É uma transformação digital total num mundo cada vez mais global. O que implica novos modelos de negócio com estruturas de custos muito mais flexíveis” João Couto Membro da Direção da APDC “Cabe-nos a nós, nas TIC, colocar de novo o setor na rota do crescimento. Temos que parar a destruição de valor que houve dos últimos anos” “O mobile transformou-se numa das maiores utilities. As possibilidades que abre são transformacionais” “Cada vez mais, todos os negócios terão que ser mais mobile. Proporcionando ao cliente uma experiência de utilização. E têm havido mudanças dramáticas nos mais variados setores” João Matos Gomes Responsável de Consulting Services da Capgemini Portugal “O mobile permitiu aos negócios tradicionais modernizar a forma como funcionam e como interagem. Assim como criar novos negócios. Estar permanentemente a recolher informação e a interagir com o utilizador é cada vez mais fundamental” “A segurança é uma das questões que se coloca na mobilidade, assim como a sincronização de sistemas com o contexto do utilizador. O desenvolvimento de apps nativas que respondam às necessidades e expetativas dos clientes é também fundamental” “As empresas estão a adotar cada vez mais estratégias mobile. Todos estão a mover-se para mobilidade em todas as áreas” Jean-François Gaudy Chief Innovation Officer da GFI “O tema da segurança ainda é um problema que precisa de ser resolvido. E noutros temas, como as redes, também há que evoluir” “O 5G trará uma maior experiência do utilizador. A sua adoção será uma evolução da rede e não uma disrupção. Mas não virá antes de 2020” “Toda a transformação do mobile resulta não da rede mas sim no uso que lhe damos. As redes são construídas porque são um requisito das aplicações” “Portugal é um país tendencialmente inovador. Há que ter uma costumer experience melhorada das aplicações para promover a sua utilização” Joaquim Santos CTO da Ericsson Portugal

9 “Em Portugal, temos muito potencial para ter um número crescente de pequenas empresas de tecnologia com negócios globais, num mundo muito competitivo” “No mundo empresarial, a adoção de soluções internas de mobilidade requer uma grande alteração nas formas de trabalhar. O que é mais fácil nas empresas mais pequenas” Paula Panarra Diretora de Marketing/Operações da Microsoft Portugal “A adoção de melhores práticas de colaboração e de produtividade, com soluções de mobilidade traz questões de privacidade e de segurança grandes. Há um longo caminho a percorrer, mas existem hoje todas as condições para que o mercado se desenvolva nesse sentido” “Nos pagamentos online, os portugueses valorizam mais a segurança, conveniência e conforto. Há uma oportunidade grande para facilitar a vida aos consumidores nos pagamentos desmaterializados” “O caminho para os pagamentos móveis é um processo em que Portugal está um pouco atrasado. Os comerciantes ainda têm uma fraca presença nesta área. E para o consumidor, ainda conta muito o comércio local e de proximidade” Teresa Mesquita Diretora da SIBS “Já há vários retalhistas que começam a investir seriamente no canal digital e no mobile, o que vai potenciar a sua utilização. Ter um bom método de pagamento é um fator muito importante e desbloqueador para o salto no comércio online” “O mobile tem que ser olhado como uma grande oportunidade. Mas também como um desafio, que tem que estar sempre centrado no consumidor. Este é o agente da mudança” “A convergência é outra grande tendência do mercado. O consumo pessoal confundese com o consumo de trabalho. Cabe às organizações potenciar e dar velocidade a esta convergência” Tiago Flores Diretor de Marketing de Produto da Samsung Portugal “A segurança, privacidade e gestão do equipamento são hoje exigências a que os fabricantes tentam responder” “Estamos focados no cliente e nas suas necessidades. É essa a prioridade: responder ao que o mercado exige” “Já temos soluções e serviços. Mas há que encontrar novos modelos de monetização do negócio multicreen em mobilidade. Para isso, temos que trabalhar muito com os produtores de conteúdos. Tem havido barreiras enormes no mercado para os operadores” António Margato Consumer Marketing Director da Vodafone Portugal “O vídeo e o streaming são uma grande oportunidade. Mas temos que ir além da mera passagem de dados na nossa rede. Há que disponibilizar serviços com conveniência e simplicidade”

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt