58 - O Futuro com o 5G nas Indústrias Automóvel e Portuária

  • Wwwapdcpt
  • Automovel
  • Objetivo
  • Projeto
  • Carros
  • Ericsson
  • Futuro
  • Aveiro
  • Ecossistema
  • Processo
  • Portos
  • Porto
Um mundo de novas possibilidades

TALKOMMUNICATIONS –

TALKOMMUNICATIONS – “O FUTURO COM 5G NAS INDÚSTRIAS AUTOMÓVEL E PORTUÁRIA” João Oliveira Diretor VV Connected Cars, Via Verde “A Brisa/Via Verde há muito que se dá passos na digitalização e na inteligência das infraestruturas e dos serviços ao cliente. O grupo tem-se posicionado em várias frentes com a visão dos carros autónomos que, com o 5G, vão ganhar outro nível de desempenho” “A visão dos carros autónomos e dos carros conectados andam de mãos dadas. Por isso, com o grupo Fidelidade lançámos um desafio, o dos seguros telemáticos. Dar passos para podermos no futuro passarmos a disponibilizar seguros on-demand. Isso não depende só da tecnologia, mas da regulação” “No futuro, com o 5G e uma muito maior capacidade de recolha de informação, será possível fazer muito mais, ao colocar os veículos a conversar uns com os outros e com a infraestrutura da Brisa. Por isso, os projetos e experiências que tem vindo a promover vão acelerar exponencialmente, para muito mais rapidamente de apresentarem soluções ao mercado que acrescentam valor” Verde, os vários projetos de connected cars já disponibilizados, vão no sentido da agregação de valor para o cliente. Por isso mesmo e porque os conceitos de “carros autónomos e carros conectados andam de mãos dadas”, o grupo tem em marcha um projeto, em parceria com a Fidelidade, para a oferta de seguros telemáticos, um produto on-demand ajustado a cada caso específico. “Estamos muito perto de fazer o lançamento comercial desta primeira abordagem da visão dos seguros telemáticos, com a monitorização da condução, um primeiro passo para os carros conectados”, avança, explicando que neste momento o que se monitoriza é o condutor e todos os passos da condução, através de uma aplicação. Mas no futuro, com o 5G e uma muito maior capacidade de recolha de informação, será possível fazer muito mais, ao colocar os veículos a conversar uns com os outros e com a infraestrutura da Brisa. Por isso, o gestor acredita que os projetos e experiências que tem vindo a promover vão acelerar exponencialmente, para muito mais rapidamente de apresentarem soluções ao mercado que acrescentam valor. Agora, é uma questão de concretizar. O que significa no mercado nacional “fechar o processo do 5G o mais rápido possível”, como deixa claro Nuno Roso. É que fabricantes, operadores e parceiros estão preparados para começar a desenvolver as redes, não havendo quaisquer problemas do ponto de vista técnico e tecnológico. Quanto mais se atrasar o arranque do 5G, mais o país se atrasará no desenvolvimento de casos de estudo, prejudicando as expetativas criadas pelos consumidores e pelas indústrias.•

9 >>>> Aceda >> ao vídeo > do Evento https://youtu.be/FPF3AdoDLtg O UPDATE tem como objectivo disponibilizar informação estruturada sobre cada uma das iniciativas promovidas pela APDC. Pretende-se facilitar, a todos os interessados, um arquivo com os conteúdos mais relevantes de cada evento, que poderá ser consultado em www.apdc.pt

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt