Views
1 year ago

46 - 29º Digital Business Congress | The Future of Business

  • Text
  • Novas
  • Congresso
  • Realidade
  • Mundo
  • Empresas
  • Grande
  • Ainda
  • Tecnologia
  • Forma
  • Digital
20, 21 Novembro | CCB

29º

29º Digital Business Congress THE FUTURE OF GOVERNMENT Alexandra Leitão Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública “A modernização do Estado é um processo que implica tecnologia, pessoas e gestão. Temos de apostar nas pessoas e desenvolver projetos inovadores. De ter lideranças mobilizadoras e promotoras da mudança e modelos que apostem na inovação. Este é o caminho que já estamos a trilhar e que queremos continuar” “É essencial repensar a forma como desenhamos os serviços digitais para os cidadãos e empresas, dando-lhes uma voz ativa no processo. Assim como ouvir os trabalhadores. Propomo-nos renovar o Simplex, para que seja mais participado e transparente” “O Governo vai assegurar que os 25 serviços mais utilizados por cidadãos e empresas sejam totalmente digitalizados. Mas temos de recentrar o foco no cidadão, garantindo que ninguém fica para trás. A dimensão dos desafios que se colocam é grande. Não é uma tarefa fácil, mas contamos com todos para continuar a progredir e a consolidar uma cultura de inovação na AP”

19 CLIENT STORIES Autoridade Tributária - Vision of the Future: Challenges and opportunities of tax digitization MINSAIT INDRA - A transformação digital no mundo eleitoral Helena Borges Diretora Geral “Procuramos usar a tecnologia para todos entenderem e agir. Os níveis de controle aumentaram e isso reflete-se na subida das obrigações de cumprimento. Criámos um ambiente de trabalho que oferece ao país a previsibilidade na arrecadação de receita e aos contribuintes mais certeza e previsibilidade, reduzindo a conflitualidade” “Não podemos distanciar-nos da realidade. Temos de estar sempre a medir se há ou não capacidade da sociedade para acompanhar as novas soluções que queremos implementar. Temos de compreender as necessidades e as exigências dos cidadãos e empresas e tentar dar-lhes resposta” “A segurança e a fiabilidade é uma das nossas prioridades. Não poderia ser de outra forma, porque vivemos da informação e dos dados. Constitui a nossa prioridade de base do serviço, para as pessoas terem connosco uma experiência de cidadania e de participação” Cristina Frutos Diretora Processos Eleitorais “Estão a ser minadas as razões da legitimidade das eleições, com um cada vez menor engagement dos eleitores, a desinformação e as ameaças híbridas vindas de todo o lado, como os ciberataques. Este tema será cada vez mais relevante no futuro. Estes são tempos instáveis” “Não há uma única resposta para endereçar todos os desafios. Mas as eleições terão de adotar um modelo multicanal, para dar total acessibilidade e opções aos votantes. Os cidadãos devem escolher o que for melhor para eles” “Há várias respostas na Europa a estes tempos de incerteza em torno das eleições. Umas mais tradicionais, onde a tecnologia é olhada como uma vulnerabilidade. Outras que olham a tecnologia como um enabler. As eleições são um serviço público e têm de dar resposta às condições da era digital”

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt