Views
1 year ago

46 - 29º Digital Business Congress | The Future of Business

  • Text
  • Novas
  • Congresso
  • Realidade
  • Mundo
  • Empresas
  • Grande
  • Ainda
  • Tecnologia
  • Forma
  • Digital
20, 21 Novembro | CCB

29º

29º Digital Business Congress SESSÃO DE ABERTURA Rogério Carapuça Presidente, APDC “A revolução digital veio mudar o mundo, ao trazer o crescimento exponencial da capacidade de cálculo e da capacidade de armazenamento” “Há várias evidências desta mudança, como a existência de players digitais maiores do que os próprios países. O mundo mudou também porque a perceção de valor é hoje liderada por empresas que não existiam ou porque as comunidades globais deixaram de ser os países para serem as grandes plataformas digitais” “A APDC tem de olhar para este novo mundo e perceber o que está a mudar efetivamente nos negócios. É isso que vamos fazer neste Congresso. Ver o que está a acontecer e como se está a aplicar a transformação digital no nosso país” Fátima Barros Presidente, 29º Congresso “Os desafios que vivemos já não são apenas do setor, mas da economia e do país. A globalização e a tecnologia estão a transformar tudo e assistimos hoje ao redesenho de um novo sistema económico” “A era digital está a transformar radicalmente o mundo, de todas as formas. Tudo será muito diferente no futuro, com novos e graves desafios. Como a sobrevivência da democracia, ameaçada pelas redes sociais e pela proliferação das fake news. Ou a ameaça que digitalização traz à concorrência, com criação de barreiras à entrada e a dimensão dos gigantes digitais” “Precisamos de políticas públicas adaptadas à nova era, mas, para isso, precisamos de políticos que percebam de tecnologia ou de pessoas com formação tecnológica na política. Não basta ter instrumentos regulatórios adequados, é preciso ter pessoas que percebam como funciona”

11 Miguel Gaspar Vereador, Câmara Municipal de Lisboa “O desafio de Lisboa é ser cada vez mais uma cidade inteligente. Mas temos um problema de pessoas e de processos e não um problema de tecnologia. Trazer, por exemplo, a Administração Pública para um mundo digital é uma empreitada quase tão grande como descobrir o Brasil” “Lisboa é hoje um laboratório de experimentação, de dados urbanos, com uma enorme abertura à inovação e ao empreendedorismo. Com o boom de desenvolvimento das redes, temos de ir mais além, com parcerias para melhorar ainda mais a oferta da cidade na fibra e no 5G” “A Autarquia tem capacidade de investimento e está apostada na modernização das suas infraestruturas básicas. Gostávamos muito de o fazer com o setor privado. Juntos, conseguimos trazer mais valor, mais qualidade de vida e uma massa crítica de talento à cidade” João Cadete Matos Presidente, ANACOM “A ANACOM defende o leilão (no 5G), por se tratar de um processo potencialmente mais transparente e objetivo para todos os interessados e menos intrusivo nos planos de negócio. Pretende-se viabilizar operações com diferentes dimensões, estimulando a utilização eficiente do espectro e diminuindo a motivação para atribuições inconsequentes deste recurso” “Num contexto de desenvolvimento de redes e aplicações 5G, as poupanças que serão potenciadas com a partilha constituem uma mais-valia para o mercado, que potencia o investimento e facilita o respetivo retorno e é vantajosa para os utilizadores finais, que poderão beneficiar de preços mais competitivos” “Gostaríamos que a regulação e a ação sancionatória não tivessem de ser a única solução. Mas o regulador existe para cumprir a sua missão. É isso que o país espera e exige e é isso que em circunstância alguma podemos deixar de fazer. Todas as decisões são tomadas num estrito cumprimento das obrigações legais e sempre com total isenção. A ANACOM não se deixa condicionar”

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt