43 - Digital Business Breakfast | O Futuro da Indústria Automóvel | Ao Encontro do Consumidor Digital

  • Compra
  • Grande
  • Consumidor
  • Carros
  • Carro
  • Ainda
  • Setor
  • Novas
  • Marcas
  • Digital
28 fevereiro 2019 Pestana Palace Hotel

DIGITAL BUSINESS

DIGITAL BUSINESS BREAKFAST Jorge Aguiar Diretor de Marketing, Mercedes-Benz Portugal “O automóvel é uma indústria envelhecida. Estamos numa fase de grande mudança e de aprendizagem, mas o mercado não mudou muito até agora. Daqui para a frente terá que mudar, principalmente com as novas formas de utilização” “Estamos todos a testar, a apalpar terreno e a tentar fazer coisas novas e diferenciadoras. Na nossa marca, tentamos fazer algo fora da caixa, mas continuamos a acreditar que a experiência de produto é o momento mais importante na decisão de compra” “Claramente que o digital permite uma aproximação ao cliente, mas acredito que as marcas têm que comunicar para o mundo. Quando comunicamos por segmentos, falamos só para determinadas pessoas e corremos riscos” Manuel Melo Ramos Administrador, Brisa Concessão Rodoviária “Acreditamos que as autoestradas são um campo ideal para as primeiras experiências e inovações. A tecnologia e inovação fazem parte do ADN da Brisa e estamos a preparar-nos para isso” “Os carros conectados e autónomos ganham muito em interagir com a infraestrutura, o que exige que esta se prepare para isso. Já estamos a trabalhar nesse sentido e temos protocolos de tecnologia, assim como iniciativas e investimentos nesta área” “Temos realizado um esforço grande na digitalização da relação para os clientes, para os conhecer melhor e poder ir além do automóvel. Temos feito o caminho do carro para as pessoas, do identificador para as apps. Ainda estamos a aprender”

9 A indústria automóvel está na fase de experimentar e testar novas soluções, enquanto ainda consegue manter o core da atividade no negócio tradicional, admitiram os vários protagonistas neste encontro o consumidor está a fazer, pelo que o investimento em comunicação digital está a crescer, tendo sido este setor, a par das comunicações, pioneiro nesta aposta. “O digital é um meio que agrega outros meios. Por isso, também tem que ser uma plataforma que comunica como os demais meios e com as mesmas funções. Acresce um terceiro desafio para a marca, que é o de não permitir que a concorrência fique com aqueles contactos”, salienta, deixando claro que, por isso, o setor vai continuar a aumentar o seu investimento no meio digital. E as marcas já recolhem muita informação dos clientes a partir da utilização dos veículos, uma vez que estes usam cada vez mais as soluções tecnológicas do mercado, sendo crescentemente inteligentes. Apesar das limitações do GDPR, que há que cumprir, essa informação permite oferecer produtos e soluções cada vez mais à medida, reforçando-se a interação com o cliente, como explica Jorge Aguiar. O responsável da Mercedes deixa, contudo, claro que se o digital permite uma aproximação ao cliente e segmentar, as marcas têm que continuar a comunicar para o mundo. “Quando

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt