Views
1 year ago

41 - Digital Business Breakfast | Powering the Industries of the Future

  • Text
  • Industria
  • Empresa
  • Josu
  • Processo
  • Perceber
  • Modelo
  • Futuro
  • Tecnologia
  • Capacidade
  • Empresas
  • Digital
4 dezembro 2018 Pestana Palace Hotel

Digital

Digital Business Breakfast particularmente não preparado para esta revolução que aí vem”, diz o empreendedor. Rafic Daud deixa claro que “podíamos crescer muito mais depressa, porque temos tudo digital. Mas o principal bottom neck do negócio é a produção de sapatos e temos que ter indústria que acompanhe. Sem ela, não vale a pena escalar. A solução que encontrámos para responder à velocidade a que o mundo e os clientes estão a mudar é irmos para a indústria, aprender a fazer sapatos. Porque a velocidade passou a ser a principal currency no meio disto tudo”. No final, como destaca Josu Ugarte, o que é importante é que cada empresa se dê conta da relevância que tem para ela a digitalização e a transformação. Porque as tecnologias estão disponíveis e prontas para incorporar no negócio. É preciso é saber o que fazer com elas e para isso há que ter um modelo de negócio diferente. Comentando a opinião de Josu Uguarte sobre o papel decisivo do líder no processo de transformação, todos concordaram na necessidade de haver uma visão holística sobre a organização, apesar das respetivas empresas terem dimensões completamente distintas. Na Galp, essa é a realidade. “A agenda de transformação digital é claramente liderada pelo CEO, nem poderia ser de outra maneira, porque tem, necessariamente, que englobar um conjunto de valências muito diversificadas e uma visão de alto nível quando ao futuro estratégico, envolvendo modelo de negócio, cultura de empresa e escolha de tecnologia”, salienta Carlos Costa Pina. Adianta ainda que, tendo em conta as novas empresas digitais que estão a entrar no negócio ou que poderão entrar, as chamadas energytechs, quando a Galp faz exercícios de benchmark, tem que o fazer de forma transversal, para se preparar para as subidas alterações de mercado. “Temos que estar atentos e fazer a nossa própria transformação”, diz, o que passa até por incluir muitas dessas tecnológicas no ecossistema. Caso contrário, corre-se o risco de se passar a ser meros fornecedores de marca branca”. O gestor admite que é necessário ter “a humildade de perceber que muito ainda temos para fazer, não apenas ao nível dos processos internos, mas sobretudo no que é a experiência e a perceção que o cliente tem da relação com a empresa. Aí estamos a dar alguns passos que espero brevemente possam ser apresentados. O trabalho de casa está a ser feito”. Paulo Clímaco Lilaia também defende que o papel do CEO “é estar atento, ouvir as pessoas todas e tentar gerir a informação, para perceber qual é o melhor caminho que a empresa tem que fazer”. Trata-se de “coordenar, agregar e tentar seguir uma direção: onde a tecnologia e a digitalização são absolutamente críticas e fundamentais. Quem não tiver ferramentas inteligentes não consegue competir nem a nível local nem internacional”. Na Undandy, que nasceu digital e para o digital, o maior desafio é a velocidade da disrupção, que é tão grande que o que era válido há um ano ou seis meses ano torna-se, de repente “completamente inválido”. Por isso, “a necessidade constante de aprendizagem, que é absolutamente assustadora nas empresas nativas digitais”, é o fator crítico, obrigando a empresa a ter as pessoas certas, que aprendam rápido e executem rápido, criando uma verdadeira cultura de aprendizagem. Para Rafic Daud “esse é o principal ativo que temos”.•

POWERING THE INDUSTRIES OF THE FUTURE 11 PROGRAMA 08:30 Receção dos participantes e Pequeno-almoço 09:00 BOAS-VINDAS Presidente APDC, Rogério Carapuça 09:05 ABERTURA Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves 09:20 IOT AND INDUSTRY 4.0: COMPLEXITY TURNED INTO AN OPPORTUNITY Josu Ugarte - Iberian Zone President, Schneider Electric 09:40 POWERING THE INDUSTRIES OF THE FUTURE António Bob dos Santos – Administrador, ANI Carlos Costa Pina – Vogal da Comissão Executiva, Galp Paulo Clímaco Lilaia – CEO, Generis Rafic Daud – Co-founder, Undandy Moderador: Shrikesh Laxmidas - Diretor Adjunto, Jornal Económico 10:40 ENCERRAMENTO CICLO POWERING THE DIGITAL ECONOMY 13 NOV | Powering the Cities of the Future 4 DEZ | Powering the Industries of the Future JANEIRO | Powering the Circular Economy of the Future Data a anunciar Patrocínio Patrocinador Institucional Patrocinadores Silver Patrocinadores Bronze Parceiros AXIANS CGI CISCO CLARANET DELOITTE DXC TECHNOLOGY FUJITSU GFI GOOGLE HP HPE IBM MICROSOFT NOVABASE PAYPAL RANDSTAD SAP SAS JLM & ASSOCIADOS NOSSA VDA VIATECLA O UPDATE tem como objectivo disponibilizar informação estruturada sobre cada uma das iniciativas promovidas pela APDC. Pretende-se facilitar, a todos os interessados, um arquivo com os conteúdos mais relevantes de cada evento, que poderá ser consultado em www.apdc.pt

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt