Views
1 year ago

38 - 28º Digital Business Congress

  • Text
  • Tecnologias
  • Dados
  • Tudo
  • Grande
  • Ainda
  • Forma
  • Portugal
  • Empresas
  • Tecnologia
  • Digital

28º

28º Digital Business Congress AS TECNOLOGIAS DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL Mostrar as tecnologias e a forma como estão a mudar a economia e a sociedade foi o objetivo do Congresso. O maior evento anual da APDC marcou o culminar de um triénio dedicado à economia e cidadania digitais e deixou bem clara a dimensão sem precedentes da mudança que está em marcha, cujos impactos são difíceis de prever. Tecnologia, regulação, concorrência, proteção de dados, negócios, empreendedorismo, talento, inovação, alterações de paradigmas, startups, plataformas, conteúdos, influenciadores, Administração Pública. De todos estes temas se fez o 28º Digital Business Congress, onde o foco central foram as tecnologias que estão por detrás do processo de transformação da economia e da sociedade para o digital. O Congresso representou o culminar de um mandato de três anos da Direção da APDC, que foi dedicado à análise da realidade da economia e da transformação digital no mercado nacional, em comparação com a Europa e com o resto do Mundo. Depois da abordagem aos indicadores, em 2016, e aos casos concretos de transformação dos negócios nas várias indústrias, um ano depois, em 2018 abordaram-se as tecnologias que estão por detrás da transformação para o digital. Da Inteligência Artificial, Machine Learning e Robotics ao Big Data e Analytics, passando pela IoT, Cloud/Edge, Blockchain/Cryptocurrency e Cybersecurity/Privacy, muito se debateu neste encontro de dois dias. A análise das tecnologias foi precedida, à semelhança dos dois anos anteriores, por um estudo de suporte: “A Economia Digital em Portugal 2018 - As Tecnologias da Transformação Digital”. Tratou-se de mais um trabalho colaborativo, desenvolvido por 94 autores de 27 Associadas Institucionais APDC, que envolveu 114 casos de estudo de empresas clientes. O estudo foi apresentado no jantar de lançamento do Congresso, que reuniu os principais intervenientes do evento. Nos dois dias do congresso multiplicaram-se as iniciativas e os debates em torno das tecnologias, mas também de todos os temas da atualidade ligados, direta ou indiretamente, à transformação para o digital em Portugal e no mundo. No Centro Cultural de Belém estiveram cerca de 130 oradores e 1698 participantes de 444 entidades e empresas, sendo 275 das TIC e Media

3 e 169 de outros setores de atividade. Destaque ainda para os 53 jovens universitários de 19 instituições de ensino superior que marcaram presença. POTENCIAR VANTAGENS, MITIGAR RISCOS Estando a revolução digital em marcha, num processo de mudança acelerado que está a impactar tudo e todos, transversalmente, a abertura do Congresso deu destaque à utilização da tecnologia para se criar um mundo melhor para todos. Um inovador teatro de sombras, da Shadows Team, deixou bem evidente o potencial sem limites e as vantagens e benefícios que a evolução tecnológica pode trazer, seja às economias e sociedades mais desenvolvidas, seja às mais atrasadas. Esta é uma revolução similar às anteriores, mas mais rápida, mais caótica e possibilitando transferências de valor muito maiores em intervalos de tempo muito mais curtos. E os resultados são imparáveis, em todas as áreas da vida humana, em todos os negócios e em todos os setores. Por isso, foram analisadas em detalhe as tecnologias por detrás da transformação digital. Na Inteligência Artificial e Robótica, ainda estamos no início, mas já se assiste a uma verdadeira explosão, a uma mudança de paradigma com grande impacto em todas as áreas. Big Data e Analytics estão no centro da transformação digital e criam valor e enormes oportunidades para as organizações, mas o desafio é como saber tirar pleno partido dos dados para criar valor. A Internet of Things começa a ser uma prioridade de todos os decisores, trazendo verdadeiras mudanças da cadeia de valor. Com a Cloud e Edge Computing, garantem-se rapidez e gestão em real time, com inteligência própria imediata. Blockchain e Crypto Currency começam a dar passos no sentido de dar competências para endereçar o mercado, mas aguarda-se regulação. Já a Cybersecurity e Privacy são

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt