APDCPT
Views
11 months ago

31º DIGITAL BUSINESS CONGRESS

  • Text
  • Digitalbusinesscommunity
  • Apdc
  • Congresso
  • Mundo
  • Tecnologia
  • Futuro
  • Portugal
  • Empresas
  • Digital

31º

31º digital business congress dia 11 de maio OPENING ROLE OF SCIENCE, TECHNOLOGY & INNOVATION Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República “Se há momento oportuno para o congresso, é o que vivemos. Estamos a sair de uma pandemia convertida em anemia, estamos a viver uma guerra. Trouxeram ainda mais atualidade para a revolução digital e a transição energética e mostraram a importância fundamental das comunicações” “O futuro já chegou e há muito. O digital é tão atual que é uma das prioridades do executivo. Já era e agora é, reforçadamente, no PRR, Portugal 2030 e no Programa de Governo. E é uma das grandes prioridades da UE, neste novo ciclo político que começou um pouco atropelado pela pandemia e pela guerra” “O fundamental é, da vossa parte, neste congresso, irem mais longe no futuro. Já não basta olhar para o presente nem para o futuro próximo. Têm de olhar para o futuro a médio e longo prazo” Carlos Moedas, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa “A inovação e a tecnologia são criadas nas cidades, porque é nelas que trocamos ideias, que vivemos o que não está escrito, que há conhecimento tácito. As cidades são as plataformas do agora e não do amanhã” “Temos que estar na linha da frente da difusão da ciência, tecnologia e inovação, para chegar a todos. Só assim tudo funciona e se vai mudar o mundo. As empresas têm a responsabilidade de nos levarem ao futuro, mas quem traz o futuro às pessoas é a cidade” “Quero ser o presidente da câmara da atração do talento. Gostaria que tivéssemos mais ambição. Portugal tem sete unicórnios e Espanha tem nove, o que mostra que é possível. Temos capacidade de atrair e temos de ter a capacidade de ir além do país, atrás do talento”

23 TECH AND ECONOMICS – THE WAY FORWARD Paulo Portas, Presidente do 31° Digital Business Congress “O que acontece à globalização não acontece necessariamente à digitalização. São ’vidas paralelas’ que podem não se cruzar. Poderá haver uma pausa na globalização do comércio, mas não vejo que haja decisões para acabar ou limitar a inovação. A digitalização fará o seu caminho, independentemente da globalização” “Vivemos, para bem e para mal, na civilização do agora, que tem défice de memória e dificuldade em perceber para onde vamos. Quem já estranha o nível de mudança atual, vai ter de se habituar a ele: esse ritmo vai ser assombroso no que respeita à velocidade e tempo” “Temos uma discussão sobre o que deve ser regulado para não perdermos o controlo. A UE defende na legislação digital que o que é ilegal offline seja ilegal online, mas como podemos assegurar que este princípio não tira competitividade à Europa? É uma questão interessante” Rogério Carapuça, Presidente da APDC “A inteligência artificial é hoje muito diferente, porque não se baseia em algoritmos sobre um setor específico, mas sim sobre a forma de aprender. As nossas máquinas aprendem muito mais depressa, podem treinar e aprender com os seus erros. Já temos sistemas capazes de fazer determinadas tarefas bem melhor que os seres humanos” “Temos ainda sistemas para comunicar de forma rapidíssima, com uma largura de banda brutal. E vamos ter todo o tipo de interligações possíveis, sendo que já hoje, uma parte da humanindade está a usar a internet como backbone para os seus trabalhos” “As tecnologias de comunicação transformaram radicalmente o negócio de plataforma. Porque o libertaram do local e passaram a ser verdadeiramente globais. De um momento para o outro, passámos a ter empresas muito valiosas, que valem tanto ou mais que as economias dos países, o que mudou o mundo”

Copied successfully!

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt