Views
1 year ago

26º Digital Business Congress

  • Text
  • Digital
  • Empresas
  • Portugal
  • Permite
  • Startups
  • Forma
  • Clientes
  • Dados
  • Plataforma
  • Assim
Congresso APDC 2016

VODAFONE AVANÇA NAS

VODAFONE AVANÇA NAS SOLUÇÕES DE SMART CITIES EMPRESAS ELEGEM BPI COMO Nº 1 EM NETBANKING As soluções para criar cidades inteligentes, em colaboração com outros parceiros, estão no centro da estratégia da Vodafone Portugal. A criação da primeira “Smart Rock City” do mundo, em parceria com o Rock in Rio, e o projeto ‘Lourinhã Lights On, Lights Off’, com a Câmara da Lourinhã e a Lightenjin, são os exemplos mais recentes apresentados pelo operador. No âmbito da 7.ª edição do Rock in Rio-Lisboa, foram apresentadas soluções de cariz tecnológico e inovador nunca antes aplicadas num evento de música e entretenimento. As soluções permitiram a melhoria da experiência dos milhares de espetadores que visitaram o evento todos os dias, assim como a sustentabilidade ambiental e económica do festival. Foram desenvolvidas cinco soluções para monitorizar, em tempo real, as áreas mais críticas para o funcionamento do festival: energia, saneamento, água, resíduos e qualidade do ar. Já o ‘Lourinhã Lights On, Lights Off’ é um sistema de iluminação inteligente do seu centro histórico, permitindo à Vila transformar-se no primeiro município do distrito de Lisboa a monitorizar e a otimizar os seus consumos energéticos. Recordese que a Vodafone criou também a primeira Aldeia Inteligente de Montanha, o Sabugueiro, demonstrando o vasto portefólio de soluções de smart cities. O BPI é o banco número um em termos de utilização de serviços de internet banking dirigidos às empresas, surgindo também como o líder ao nível da satisfação das empresas com estes serviços. O BPI Net Empresas é o serviço de Corporate Internet Banking que permite efetuar uma gestão integrada das contas e realizar um conjunto alargado de operações nacionais e internacionais, de forma rápida, cómoda e sempre com a máxima segurança. A App BPI Empresas é uma aplicação dirigida a empresas, que permite o acesso ao BPI através de um smartphone ou tablet. Está disponível para utilizadores do BPI Net Empresas que tenham perfil Autorizador e permite aceder a um conjunto de funcionalidades para a gestão diária da sua empresa. A App BPI Empresas e o BPI Net Empresas permitem consultar e realizar operações nas empresas 24 horas por dia, todos os dias do ano, em qualquer parte do mundo, com simplicidade e comodidade, rapidez e eficiência, segurança e confidencialidade e sem custos de instalação e manutenção. HP REINVENTA COMPUTAÇÃO MÓVEL RENTELECOM: UM OPERADOR DE INFRAESTRUTURAS CRÍTICAS 6 Revolucionar a experiência de computação móvel é o objetivo da HP. Nesse sentido, desenvolveu uma solução pioneira, criando um verdadeiro ecossistema móvel que veio marcar a próxima geração de computação, dando resposta às grandes mudanças que estão a acontecer nos ambientes de trabalho. O HP Elite x3 com Windows 10 junta um phablet, um portátil e um desktop num único dispositivo de computação, permitindo aos utilizadores executar aplicações de produtividade de forma integrada. Com o apoio de parceiros sólidos e os últimos avanços tecnológicos da Microsoft, Qualcomm e Salesforce, a HP apresenta com esta nova oferta a última geração de computação, onde a mobilidade se junta com a produtividade de um PC num único dispositivo. Permite ao utilizador uma experiência única nas plataformas de computação e que oferece uma solução BYOD, adaptável às constantes transformações dos fluxos de trabalho. É utilizado um sistema biométrico de desbloqueio, criando assim um nível de segurança extra para os clientes empresariais. A HP lançou também duas impressoras portáteis, que garantem novos níveis de portabilidade para os profissionais que operam em negócios de mobilidade. A RENTELECOM é a empresa de telecomunicações e TI do grupo REN que opera as redes troncais de transporte de eletricidade e gás, dispondo de significativas infraestruturas TIC que são críticas para o seu negócio. Disponibiliza serviços de fibra ótica escura numa extensão superior a 8 mil quilómetros em Portugal, incluindo 7 pontos de interligação com redes similares em Espanha, assim como mais de dois mil m2 de salas técnicas nos datacenters de Lisboa e Porto. Pela sua matriz acionista, a empresa tem uma abordagem diferenciada na energia, sector maduro onde a transformação digital é essencial. A utilização generalizada de tecnologia IP na operação e manutenção das infraestruturas de energia permite melhorias substanciais nos processos de negócio, tendo estas redes que ser cada vez mais inteligentes, de forma a permitir maior qualidade de serviço e melhor aproveitamento e extensão do tempo de vida dos ativos. O grupo REN foi pioneiro na introdução da tecnologia IP nas suas redes, pelo que a RENTELECOM alavanca nessa experiência para disponibilizar um conjunto de serviços facilitadores da transformação digital. Atualmente, presta serviços críticos TIC a quase 100 centros de produção de energia, que asseguram a esmagadora maioria da capacidade de produção nacional. IBM WATSON CRIA ASSISTENTE DIGITAL NA MACY’S A norte-americana Macy’s lançou o projeto “Macy’s On Call”, uma ferramenta digital que funciona como assistente pessoal, permitindo que os clientes interajam em loja com esta plataforma de inteligência artificial através dos seus dispositivos móveis. A “Macy’s on Call”, em teste em 10 lojas da marca e alimentada pelo IBM Watson, é a primeira solução do género a personalizar e a melhorar significativamente a experiência de compra em loja. Disponível em macys.com/storehelp, permite que os consumidores façam perguntas em linguagem natural sobre as características e os produtos em loja, assim como os serviços e instalações, recebendo, em seguida, uma resposta personalizada. A interação com o cliente é possível graças a um interface simples de pergunta e resposta que utiliza a API Natural Language Classifier do IBM Watson, permitindo que a Macy’s saiba mais sobre os seus clientes, assim como os produtos e serviços mais procurados. O sistema irá evoluir à medida que for aprendendo mais sobre os clientes de cada região, o que já está a acontecer relativamente aos produtos mais procurados. Nesta fase, a plataforma está disponível em inglês e em espanhol. OUTSYSTEMS ACELERA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL A OutSystems é a primeira plataforma de desenvolvimento low-code com capacidades avançadas para construção de aplicações mobile empresariais. Responde a dois grandes problemas que as empresas enfrentam com a sua estratégia mobile: a exigência de serem competitivas apresentando ao mercado novas soluções mobile e a falta de competências em desenvolvimento mobile necessárias na construção de aplicações corporativas. De acordo com a Gartner, em 2018 as exigências do mercado por aplicações mobile vão crescer pelo menos cinco vezes mais depressa do que a capacidade do departamento de TI de desenvolver essas aplicações. O desafio para as empresas é desenvolverem rapidamente, implantarem e manterem aplicações mobile, sendo difícil e dispendioso contratar developers com boas competências mobile. A plataforma da OutSystems é usada para impulsionar a inovação com aplicações web, portais e sistemas core incríveis, sendo a única plataforma low-code capaz de suportar todos os âmbitos das iniciativas de transformação digital dentro das empresas. A OutSystems foi nomeada líder no The Forrester Wave: Low-code Development Platforms e visionária no Gartner 2016 Magic Quadrant for Mobile Applications Development Platforms. 160926_Jornal_APDC_3.indd 6 16/09/26 01:47

DSTELECOM CONSOLIDA MODELO DE OPERADOR NEUTRO Três anos após o início das operações, a dstelecom acomodou as necessidades de conectividade dos maiores operadores do país sobre as suas redes rurais de banda larga no Norte, Alentejo e Algarve. Cada um dos operadores, com uma quota de mercado agregada de mais de 98% da receita total de serviços, utiliza os serviços da dstelecom de forma adaptada às especificidades tecnológicas das suas redes de acesso e de distribuição de banda larga, suportadas em fibra ótica ou em tecnologias híbridas. A neutralidade do acesso à rede é garantida por uma carteira alargada de serviços grossistas, que inclui diferentes modalidades de provisão de clientes, de agregação e de conectividade em fibra ótica ou bitstream. Sobre essa oferta grossista, os operadores de retalho têm conseguido acomodar os pacotes de serviços. A equidistância da operação baseia-se na garantia de um modelo de custos equilibrado e transparente, com níveis de serviço escaláveis que acomodam as exigências dos clientes, com independência do seu modelo tecnológico, da sofisticação da sua oferta ou da complexidade dos seus serviços. A dstelecom está a expandir progressivamente a sua rede às áreas contiguas e a aumentar a cobertura local nos quase 100 municípios onde já está presente. NOS SHARE: PARTILHAR CONTEÚDOS EM TODOS OS ECRÃS É a nova proposta da NOS para reforçar a sua posição como operador líder de tv paga em Portugal. A NOS Share é uma app disponível para clientes UMATV em multidevice, sendo a única no mercado que permite a partilha de ficheiros na TV. Nos pacotes NOS 4 e NOS 5, está incluída internet no telemóvel para utilizar a nova app. Acompanhando as tendências do mercado, em que cada vez mais portugueses utilizam serviços de cloud para armazenar e partilhar dados, o serviço apresenta-se como a solução mais completa, permitindo a partilha de fotos e vídeos em todos os equipamentos, incluindo na TV. A NOS Share distingue-se por ser a única verdadeiramente multidevice e a única que permite a partilha de conteúdos diretamente na TV. Tem 16GB de espaço, para guardar todo o tipo de ficheiros ou partilhar com qualquer pessoa (seja cliente ou não cliente NOS). E permite a criação de eventos ao vivo, com a possibilidade de partilhar em direto os momentos mais importantes em livestream também na tv. Outras vantagens passam pela possibilidade de ativar o upload automático de fotos e vídeos do smartphone e tablet, sincronização com outras clouds e a partilha de espaço de armazenamento pelos membros da família. ESTUDO CGI: ORGANIZAÇÕES ACELERAM TRANSFORMAÇÃO DIGITAL A nível mundial, as tendências de mercado demonstram um funcionamento das organizações governamentais e comerciais cada vez mais acelerado, com enfoque em projetos que as encaminhem gradualmente para uma transformação digital transversal a toda a organização. Esta é a principal conclusão do CGI Global 1000 de 2016, um estudo anual conduzido pela CGI, que envolve o diálogo com líderes de negócios e tecnologias em 10 indústrias de 20 países. As organizações identificaram cinco tendências chave que tornam necessária esta mudança. Mais de 70% dos gestores referem a crescente aceitação pelos consumidores de ações digitais. A segurança é considerada um elemento diferenciador por 62% das organizações. 50% das organizações sente o peso das exigências regulamentares vigentes. Um terço dos executivos consideram necessária uma mudança estrutural dos seus modelos de negócio. E cerca de 30% das organizações estão a aproveitar o crescimento do setor das TI como um motor para a transformação do seu negócio. Atentas a estas dinâmicas globais, as organizações reforçam a aposta no digital de forma transversal, provocando mudanças internas que são consideradas, por mais de 70% dos líderes, como um dos maiores desafios colocados pelo novo paradigma. SIBS PÕE PORTUGAL NA VANGUARDA DOS PAGAMENTOS INSTANTÂNEOS Portugal está dois anos adiantado numa das prioridades definidas pelo Eurosistema para 2017, a criação de uma solução pan-europeia para os pagamentos instantâneos. Graças ao MB WAY, os portugueses já têm uma solução de transferências instantâneas. A aplicação, lançada em outubro de 2015, é o serviço nacional de pagamentos móvel nacional mais moderno e completo e a primeira solução interbancária que permite pagamentos móveis, através de smartphone ou tablet, em lojas físicas e online, bem como a realização de transferências imediatas entre os utilizadores. Nas transferências interbancárias através do MB WAY dispensam-se o NIB ou MB WAY a forma mais rápida de fazer as suas transferências MB WAY. BASTA O SEU NÚMERO mbway.pt o IBAN. Basta o número de telemóvel do utilizador a quem se destina a transferência. A aplicação está disponível para iOS, Android e Windows, tendo 14 bancos aderentes e mais de 120 mil utilizadores. Desde a integração do MB NET na app MB WAY, em janeiro deste ano, foram criados mais de 130 mil cartões MB NET, num valor que supera os 8,5 milhões de euros. A nível europeu, é o Euro Retail Payments Board (ERPB), do Banco Central Europeu, que tem dinamizado os trabalhos que visam estabelecer, até ao final de 2017, uma solução pan-europeia de pagamentos instantâneos. SIEMENS TORNA AS CIDADES MAIS INTELIGENTES A transformação digital dos territórios depende sobretudo de uma estratégia nacional que assegure a correta exploração do potencial tecnológico. Ter um plano abrangente que assegure a conectividade das infraestruturas, a utilização e interpretação dos dados em tempo real e a instalação de múltiplos dispositivos tecnológicos é vital. A Siemens está na liderança desta revolução, ajudando as cidades no seu processo de digitalização, com soluções à medida das necessidades de cada cidade nas mais variadas áreas. Na mobilidade, aposta no desenvolvimento de sistemas de gestão inteligente de tráfego, em tecnologias que promovem a utilização dos transportes públicos e em soluções inteligentes de parqueamento, que reduzem os congestionamentos. Um dos exemplos é de Potsdam, no leste da Alemanha, onde se instalou um sistema de gestão de tráfego que permitiu diminuir significativamente os níveis de poluição do ar. O sistema tem como principais objetivos prevenir a concentração de dióxido de nitrogénio e de partículas inaláveis e não deixar ultrapassar os valores-limite especificados pela UE para proteger a saúde humana e o ambiente. Sempre que se deteta concentração de gases nocivos, os semáforos das zonas afetadas são ajustados para que o tráfego circule novamente com fluidez. 7 SOLUÇÕES CISCO FACILITAM MUDANÇA PARA O DIGITAL A Cisco apresentou uma nova oferta de soluções concebidas para ajudar as organizações a acelerar a sua transformação digital, conectando pessoas, lugares e dispositivos, oferecendo maior segurança, automatização e analítica de dados. Baseadas em arquiteturas validadas e em estudos de caso, estas soluções – que podem ser adquiridas em conjunto – combinam hardware, software e serviços para otimizar a experiência dos clientes finais (Customer Experience), impulsionar a inovação dos colaboradores (Workforce Experience) e facilitar a convergência de sistemas em edifícios (Digital Ceiling). No primeiro caso, englobam-se três novas ofertas para proporcionar uma melhor experiência aos clientes finais e ter a capacidade de analisar as interações por forma a otimizá-las e melhorar a fidelização. Para criar um ambiente de trabalho colaborativo e inovador, com a flexibilidade necessária para responder à experiência que os trabalhadores exigem e para reter talento, apresenta o ‘Workspace Productivity’. Já as soluções Digital Ceiling facilitam a convergência de distintos sistemas nos edifícios, aumentando a eficiência, reduzindo custos e gerando novas experiências do utilizador, criando edifícios conectados, inteligentes, seguros e mais fáceis de gerir. 160926_Jornal_APDC_3.indd 7 16/09/26 01:48

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt