Views
1 year ago

24 - Digital Business Conference| E-Commerce

  • Text
  • Pagamentos
  • Sucesso
  • Oportunidade
  • Hoje
  • Grande
  • Digital
  • Portugal
  • Ecossistema
  • Mercado
  • Clientes
23 mai 2017 | CCB

Digital

Digital Business Conference Compras online: agarrar a oportunidade Se o comércio eletrónico tem um grande potencial de crescimento, há desafios a ultrapassar. Para saber responder a clientes mais informados, exigentes e digitais, criar um verdadeiro ecossistema no e-commerce é essencial. Todos os players da cadeia de valor se estão a posicionar num mercado onde as parcerias e a colaboração são vistos como estratégicas para garantir negócio. Na conferência sobre “E-Commerce”, os principais atores da cadeia de valor deram a sua visão, analisaram casos de sucesso e traçaram perspetivas de futuro sobre um mercado onde a mobilidade, logística, sistemas de pagamentos, omnicanal, big data e analítica, experiência do consumidor e novos modelos de negócio se assumem como essenciais. É que o e-commerce está a crescer a dois dígitos e é hoje uma tendência mundial e todos os players da cadeia de valor estão a olhar para esta oportunidade e a ver como podem tirar partido dela. Especialmente no mercado nacional, onde a penetração do comércio eletrónico ainda está abaixo da média europeia. No caso dos CTT, posicionam-se neste negócio como operador de last mile, como salientou o CTO do operador postal nacional e keynote speaker da Conferência. Com o tema “E-Commerce - Desafios no last mile e no crossborder”, Francisco Simão garantiu que Portugal “vai crescer mais no futuro que o resto da Europa” e que, sendo um país onde o peso das compras cross border é bastante elevado e a procura está a

3 Rogério Carapuça, Presidente da APDC, na abertura da Conferência aumentar, as empresas nacionais terão de definir novas estratégias para serem mais relevantes. Uma relevância que o operador postal procura ter focando-se na entrega e na oferta de soluções que respondam às necessidades dos clientes e consumidores. Previsibilidade, track & trace, flexibilidade no local e na data de entrega são alguns exemplos referidos na cadeia da logística, como caminho para tentar capturar todo o valor possível deste mercado, potenciando cada vez mais o mundo do digital Outra área para onde os CTT estão a olhar é “para a oportunidade dos e-marketplaces”, o que será sempre feito com parceiros. Para Francisco Simão, “é algo que tem tudo para correr bem. O e-commerce será sempre um importante impulsionador de crescimento do comércio e uma importante alavanca de crescimento para os CTT no contexto da nossa estratégia de logística de última milha”, destaca. O digital não trouxe só novos negócios mas também uma enorme complexidade, que está a afetar todos os setores de atividade e que estes têm que saber endereçar, como explica Ricardo Chaves, Diretor do Departamento de Gestão Comercial da SIBS Forward Payment Solutions. É que o consumidor está em profunda transformação. Sempre conectado numa lógica multidevice e multicanal, oscila cada vez mais entre canais de uma forma imprevisível. Com o mote “Paying Digital: from pay(n)ments to payments?”, este orador destaca que estas transformações profundas deram origem a uma “explosão de ambientes de pagamento”, numa lógica multicanal onde a “clareza não impera”. Perante “mais etapas e experiências em todos os processos, os pagamentos têm que se adaptar a esta nova realidade complexa”, onde “pas-

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt