Views
1 year ago

18 - Digital Business Dinner Reservado

  • Text
  • Reservado
  • Jovens
  • Capacidade
  • Rollo
  • Digital
  • Criar
  • Fernanda
  • Sistema
  • Empresas
  • Ensino
Fernanda Rollo - Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior 23 fev 2017 Ritz Four Seasons Hotel Lisboa

Digital

Digital Business Dinner Reservado ‘Casar’ empresas com Ensino Superior e C&T é o desafio É urgente reforçar a aproximação entre o setor empresarial e o Ensino Superior e o sistema de ciência e tecnologia. Só uma colaboração mais estreita, num verdadeiro trabalho em parceria, poderá trazer respostas efetivas aos desafios nacionais, garantindo mais talento e maior inovação. Apesar dos exemplos já no terreno, há ainda muito por fazer, pelo que este ‘casamento’ é visto como o caminho para garantir o futuro. Até porque o país não pode esperar mais. Estas foram algumas das ideias do mais recente Digital Business Dinner Reservado APDC, que teve como oradora convidada a Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fernanda Rollo. Os líderes das empresas de TIC e Media Associadas da APDC e das principais entidades públicas ligadas ao sistema de Ensino Superior e de Ciência e Tecnologia (C&T) presentes mostraram-se empenhados em aprofundar a colaboração e comprometeram-se mesmo com várias iniciativas concretas a realizar em parceria. “Temos uma oferta e uma procura para casar. Do lado do sistema científico e tecnológico nacional, há uma oferta muito boa, em alguns casos de nível internacional, quer na ciência que produz, quer nos graus académicos que são atribuídos ou nos cursos que são capazes de dar. E temos uma procura efetiva por parte das pessoas e das empresas. A questão é como fazemos o encontro entre ambas as partes”, começou por referir Rogério Carapuça, Presidente da APDC, no início do Jantar Debate. O objetivo deste encontro foi perceber “o que é que as empresas precisam do sistema científico e tecnológico em termos de requisitos, formações e qualificações, e como é que o Ensino Superior pode formar à medida das necessidades do mercado de trabalho e produzir investigação e desenvolvimento (I&D) para resolver casos concretos da economia”, explicou. É que “juntar ambos os interlocutores tem sido, historicamente, um problema, nomeadamente porque funcionam com constantes de tempo muito diferentes”, acrescentou Rogério Carapuça, salientando que, tendo em conta a realidade atual, “ambos têm que se interligar e articular de forma cada vez mais estreita, porque só assim poderão dar um impulso decisivo à economia e sociedade nacionais”. UMA ENORME OPORTUNIDADE Na sua intervenção, a Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior conside-

Fernanda Rollo considera que se vive uma situação dramática na formação e nas qualificações. As parcerias são fundamentais 3

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt