Views
1 year ago

17 - 26º Digital Business Congress

  • Text
  • Grande
  • Ainda
  • Setor
  • Operadores
  • Criar
  • Forma
  • Mercado
  • Empresas
  • Portugal
  • Digital
28 e 29 set 2016 | CCB

26º

26º Digital Business Congress Mário Vaz CEO, Vodafone “Na extinção do roaming, não há nada que nos separe. Há aqui uma decisão de natureza politica, o que não é bom. Se perdermos receitas, elas terão que vir de algum lado. Não queremos prejudicar os clientes, mas mais carga nas redes obrigará a mais investimento” “Temos que estar enfocados em áreas como as RNG, onde a decisão do regulador é uma não decisão, se for tomada nos moldes já conhecidos. O tema é sério. Se não garantimos concorrência nas zonas menos rentáveis, não incentivamos o investimento” “A Vodafone tem rede onde a PT tem, pelo que a conversa de ter uma oferta não faz sentido. É a opinião da CE e do BEREC, que se mostraram preocupados. Espero que no próximo debate se faça luz. Investiremos se houver condições para isso e se houver regulação” Francisco de Lacerda Presidente e CEO, CTT “Temos três áreas de atividade principais: correio, encomendas e área financeira. Temos todas as condições de crescimento e estamos a investir. O Banco Postal e as encomendas são exemplos” “O projeto do banco tem umas décadas. Numa atividade que está em Portugal há 500 anos e que se tem conseguido atualizar, não lançamos iniciativas para os próximos seis meses, mas iniciativas de fôlego que fazem sentido na nossa estratégia” “Temos 100 lojas CTT a funcionar como agências bancárias e está no plano ter outras 100. Temos uma força de vendas mais virada para temas bancários e a abertura de contas está a exceder o plano. A atração dos consumidores pelo banco é muito positiva” ENCERRAMENTO Rogério Carapuça Presidente APDC “O digital está a influenciar tudo e todos. A tecnologia passou mesmo a ser o negócio em muitas áreas e as organizações terão que se tornar cada vez mais experimentalistas, pois falamos agora de novos negócios” “É preciso criar uma cultura onde as pessoas estão confortáveis com o desconforto, onde não existe previsibilidade e a constante adaptação é a realidade. O digital é uma grande oportunidade de requalificação, para combater a crise de competências, ultrapassar limites e aproveitar as novas oportunidades” “No 26º Digital Business Congress, o objetivo foi – como sempre - fazer mais e melhor. Mais experiências, maior diversificação e número de participantes, melhores conteúdos e debates por grandes oradores da economia. Sempre contado com o crescente envolvimento de todos os players ligados à transformação para o digital”

31 ESPAÇO DE EXPOSIÇÃO M arcaram presença neste espaço, cuja abertura oficial foi realizada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, as seguintes empresas: CTT, PT, Huawei, HP, Gatewit, SIBS, Câmara Municipal de Cascais e RTP.• CTT PT huawei

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt