Views
1 year ago

13 - Jantar Debate | Francisco de Lacerda, Presidente & CEO CTT

  • Text
  • Correios
  • Crescimento
  • Capacidade
  • Digital
  • Oferta
  • Encomendas
  • Postal
  • Lacerda
  • Grupo
  • Banco
5 abril 2016 Hotel Dom Pedro Palace

PRINCIPAIS IDEIAS “Nos

PRINCIPAIS IDEIAS “Nos operadores postais, estamos numa fase de transformação fundamental, que tem a ver com esta fortíssima quarta revolução industrial que a digitalização está a trazer a todos os modelos de negócio” “Queremos estar em todas as áreas do digital onde poderemos, como operadores físicos no país, ter um papel a desempenhar. O nosso físico é cada vez mais digital” FRANCISCO DE LACERDA PRESIDENTE & CEO CTT “Nos CTT, consideramo-nos uma empresa moderna e diversificada. Com a certeza que temos quase 500 anos de história. Temos uma atividade muito antiga, mas que permanentemente teve capacidade de se reinventar e de ser inovadora” “No expresso e encomendas, estamos a fazer um upgrade da oferta, que está prestes a ser lançada. Vamos ter uma oferta bastante moderna e potente para reforçar ainda mais no mercado” “Na área financeira, o Banco CTT é de facto o nosso principal projeto. Temos uma marca forte, beneficiamos da proximidade às pessoas e da confiança que os portugueses têm nos CTT” “Com o banco, estamos certos que vamos acrescentar mais um capitulo à nossa realidade. Sem descurar tudo o resto. Nós não somos só banco” “Em certa medida, a privatização dos CTT permitiu desbloquear o banco. A licença bancária e a possibilidade de constituir o banco postal era um atrativo para investidores e maximizava o valor da privatização. Isto permitiu vencer bloqueios de várias décadas e de instituições que tinham que ter intervenção na concessão da licença e na concretização do banco” “Temos que ter a capacidade de nos continuar a reinventar para, preservando os negócios onde estamos, sermos capazes de aproveitar as oportunidades de crescimento. Mantendo-nos eficientes” “Temos feito um bom trabalho. A criação de valor tem mostrado isso. Tem sido um desafio muito estimulante a transformação dos CTT e o ter que pensar caminhos, liderar equipas, ter as pessoas unidas por objetivos. O caminho para a frente é continuar, porque o mundo não para” “Fazer um banco também é um desafio e peras. É muito trabalho em todas as vertentes. É, verdadeiramente, criar uma startup sujeita a regulação”

O UPDATE tem como objectivo disponibilizar informação estruturada sobre cada uma das iniciativas promovidas pela APDC. Pretende-se facilitar, a todos os interessados, um arquivo com os conteúdos mais relevantes de cada evento, que poderá ser consultado em www.apdc.pt 9

REVISTA COMUNICAÇÕES

UPDATE

© APDC. Todos os direitos reservados. Contactos - Tel: 213 129 670 | Email: geral@apdc.pt